O Enigma Ashanti: livro de Durval Arantes une ficção, ciência e investigação em uma narrativa afrocentrada

0
O Enigma Ashanti: livro de Durval Arantes une ficção, ciência e investigação em uma narrativa afrocentrada

“O Enigma Ashanti é, sobretudo, uma obra literária propositiva”. É assim que Durval Arantes, autor da obra apresenta o seu novo livro, lançado pela editora Vermelho Marinho. A obra, de 388 páginas, apresenta um cenário ficcional onde um artefato africano é encontrado em meio aos escombros das Torres Gêmeas, no dia do ataque sofrido em 11 de setembro de 2001.

“Antes de escrevê-lo, eu fiz estudos e pesquisas detalhadas sobre Diáspora Africana, História Geral, Ciências, Bioquímica e até Astronomia, uma vez que a trama do livro dialoga com todas estas áreas do conhecimento humano, na construção do seu enredo.  Uma leitura atenta vai perceber as conexões que eu entendo interessantes entre a realidade e a ficção, um traço, aliás que já trago desde a experiência percebida porquanto do lançamento do meu primeiro trabalho, ‘O Último Negro’, em 2014″, detalha Arantes.

Capa do livro O Enigma Ashanti.

O livro foi finalizado antes da pandemia do novo coronavírus, mas também aborda questões de epidemias, como a do vírus Ebola, na costa oeste africana. Para o autor, sua abordagem do tema é, de certa forma, “premonitória” no que diz respeito aos riscos e até mesmo procedimentos associados à situações pandêmicas de grandes proporções. 

“Os diálogos falam sobre antropologia, solidão da mulher preta, casais afrocentrados, empoderamento dialético e outros temas de interesse de nossa comunidade. Antes do início da construção da obra, eu pedi luz e proteção à nossa ancestralidade, para que o resultado final se revelasse digno da nossa herança cultural e do nosso legado histórico”, revela Durval.

A autodeterminação deste tipo de narrativa ficcional feita por pessoas pretas é um traço importante para Durval. “Para compor a trama, eu aprofundei as minhas leituras sobre Estudos Africanos. Ao se propor uma obra de ficção que aborda o nosso modo de ser, a narrativa tem que oferecer formatos e conteúdos que elevem a nossa autoestima e nos tornem protagonistas de nossa própria História. Nós somos a causa e o efeito de nossos próprios destinos”, defende o autor.

O livro conta com participações e textos da jornalista e editora-chefe do MUNDO NEGRO, Silvia Nascimento, do historiador Nei Lopes, da educadora Renata Felinto, do professor Carlos Machado e da leitora Fernanda Casanadelli.

Em breve, a obra será traduzida para o inglês e disponibilizada no mercado editorial internacional.

Livro: O Enigma Ashanti

388 páginas

Editora: Vermelho Marinho

Valor: R$ 80,00

Compre aqui.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display