Novembro Negro: Programa de afro-turismo tem visita à quilombo e caminhada afro

0
493
Foto: Divulgação

Além de debates, shows e eventos, viajar é uma ótima opção para desfrutar o novembro negro, mês cujo dia 20 é dedicado à lembrança do líder negro Zumbi dos Palmares.

Se você não quer se arriscar com agências mais genéricas que podem te empurrar roteiros com pouco simbolismo, a Diaspora.Black, plataforma online que conecta turistas e anfitriões, tendo como foco o afro-turismo e valorização da cultura negra e uma experiência turística livre de preconceito é uma opção interessante.

“É um momento importante, em que estarmos juntos celebrando nossa cultura nos fortalece e contribui para preservar essas manifestações, gerando renda e ativação econômica para as comunidades realizadoras, e valorizando o legado dessas populações”, avalia Carlos Humberto Silva, sócio fundador da Diaspora.Black.

Confira algumas opções elaboradas por meio de uma curadoria dos responsáveis pelo projeto.

Vivência Quilombola – Belo Horizonte
Imersão cultural e histórica nas tradições quilombolas advinda da troca de saberes, degustação da culinária típica, acesso à produção artesanal e conhecimento das manifestações sócio-culturais. Saída de BH no dia 10 de novembro.

Bike Tour La Frida – Salvador
Um roteiro guiado pelo Centro Histórico de Salvador, passando pelo Santo Antonio além do Carmo, Pelourinho e Campo Grande. Com guia credenciado, equipamentos de bicicleta e segurança.

Herança Afro – Rio de Janeiro
Uma explosão sensorial, onde história, música e gastronomia se encontram no resgate da culinária e música afro-brasileira e iorubá. Visitaremos o Sítio Histórico do Cais de Valongo; Na Pedra do Sal teremos um degustação da gastronomia e workshop de percussão; sessões semanais de samba ao ar livre. Saídas semanais, com participação mínima de duas pessoas!

Caminhos de Oxalá – Salvador
Turismo afro-religioso pelas principais casas de axé de Salvador, por causa de sua proximidade – Casa Branca, Ilê Axé Oxumaré e Gantois, visitando seus museus, memoriais e projetos sociais, e sentindo o poder dessa magia da fé de origem africana.

Gostou? Vem saber mais detalhes:
www.diaspora.black

 

Comments

Comentários