Negras do Nordeste: Gabrielly Louise é uma das 5 mais lindas do Ceará

0
8345
Fotos: Divulgação

Finalmente mulheres negras descobriram que concursos de beleza também são para elas e vemos mais rostos escuros e cabelos crespos em eventos pelo Brasil.

O nosso colaborador, o estilista curitibano Luiz Mendonça entrevistou Gabrielly Louise, a Missa Messejana 2017 que adora orientar outras mulheres negras à valorizar sua beleza. “Quero passar para elas que eu passei pela a mesma coisa, e lutei para ser reconhecida do jeito que eu sou” diz Louise que ficou em quinto lugar no concurso de Miss Ceará deste ano.

Fotos: Instagram

Sempre sonhou ser miss?

Não. Nunca tive o sonho de ser miss. Sempre achei algo muito superficial, prezava só a beleza, não tinha nada que chamasse minha atenção. Mas com o tempo o conceito veio mudando e cada vez mais o mundo miss se fez presente nas minhas redes sociais, amigas tornando misses.. E por uma diversão resolvi participar de um concurso do meu bairro em que fiquei em segundo lugar. Mas surgiu um convite que me deixou muito motivada a dar um passo mais fundo nesse meio miss.

Após o concurso, uma das organizadoras  estava assistindo e me fez o convite a participar do Miss Ceará. Confesso que fiquei muito indecisa, pois não sabia nada sobre o mundo miss. Mas aceitei, e me dediquei o máximo que pude para aprender o que é preciso para ser uma miss.


Tem consciência que sua imagem e referência pra meninas e jovens negras?

Não tenho muita consciência. Até me vejo surpresa quando algumas meninas veem falar no privado me elogiando, me pedindo um pouco de atenção. Mas eu amo essas mensagens, me motivam cada vez mais, principalmente quando são negras.

Já me senti muito excluída e sei como algumas meninas se sentem. Quero passar para elas que eu passei pela a mesma coisa, e lutei para ser reconhecida do jeito que eu sou.


Já sentiu ser vítima de preconceito? Como lidou com a situação?

Sim. Quando criança sofria muito com apelidos na escola. Mas nunca quis mudar meu visual ou minha personalidade por mais que ficasse magoada. Quando consegui realizar um desejo que tinha a tempos, que era entrar no mundo da moda. Consegui que me OLHASSEM De outra maneira, como ícone de mulher negra, mas quando entrei na competição para ser miss Ceará me veio um susto , recebi críticas e muitas mensagens de racismo, me deixou triste e espantada pela forma como que as pessoas falavam e se escondiam. Também recebi muitos elogios e mensagens de força, isso fez com que eu deixasse todo o abalo de lado e continuasse focada no meu objetivo.

Como foi a experiência em representar sua cidade no miss Ceará?

A experiência foi incrível de participar do Miss Ceará, senti sentimentos que não conhecia. Conheci pessoas maravilhosas. E pra mim valeu muito a pena, pois alcancei mais do que eu esperava e me sinto de dever cumprido, para uma primeira vez eu me sinto vitoriosa!


Quais suas referências de beleza?

Eu poderia falar Beyoncé, pois gosto muito da artista, pessoa e as ideias que ela tem, mas para mim toda mulher dona de si , que se faz firme em frente de qualquer situação, que se criam uma imagem que ela não é, e ela vai lá e mostra que estão errado, enfatizar novamente as negras pois as lutas diárias são constantes.

 

Comments

comments