Marcas baianas que desfilam na SPFW 22

0
Marcas baianas que desfilam na SPFW 22
Imagem: reprodução

A primeira semana de junho começa com a edição da semana de moda da São Paulo Fashion Week. O SPFWN53 acontece de 31 de maio a 04 de junho ocupando alguns espaços da cidade como o Museu de Arte Brasileira, o Senac Lapa Faustolo, o Komplexo Tempo, o Teatro FAAP e o Hotel Rosewood. A edição híbrida, que já aconteceu anteriormente, conta com 22 desfiles presenciais e 19 digitais, e terá a estreia de uma marca preta baiana, a Dendezeiro.

A semana iniciou com o Festival SPFW+In.Pactos, que é um festival de Criatividade, Moda, Arte, Sustentabilidade, Inovação e Conhecimento traz provocações e reflexões sobre o compromisso em torno das mudanças urgentes que precisam ser feitas para atingir as metas de um planeta mais harmonizado até o ano de 2030. As narrativas contextualizam o movimento do mercado de moda e da indústria criativa impulsionado pelas novas ferramentas tecnológicas que aceleram o processo de mudança, conforme é citado no site do SPFW.

Nesta edição terá algumas marcas pretas e marcas pretas baianas. É muito importante ver essa transformação acontecendo, estilistas pretos, modelos que têm corpos reais e revolução na passarela podem ser traduzidos como resistência, estamos adentrando mais espaços, como deve ser.

Queria escrever sobre todas as marcas pretas que participam da SPFW tamanha a minha felicidade! Mas resolvi me concentrar em três marcas pretas baianas apaixonantes: Dendezeiro, Ateliê Mão de Mãe e Meninos Rei.

Dendezeiro, a estreia na SPFW

Imagem: Dendezeiro

O desfile acontece no dia 01 de junho, quarta-feira, às 18h, com transmissão ao vivo através das redes da SPFW. Além do casting de modelos, na passarela a cantora Mariene de Castro vai abrir o grande espetáculo, eo desfile contará com algumas personalidades como a escritora Luana Génot, a jornalista Maíra Azevedo (a Tia Má), o ator Demerson Oliveira que interpretou Esù no desfile da Grande Rio e o apresentador Grafitt. A marca apresenta um Fashion Film da coleção “Tabuleiro”, que tem inspiração na diversidade baiana, com foco específico no tabuleiro de Acarajé, nos quitutes de países e culturas diferentes, que vieram de África e juntos formam e falam sobre a Bahia.

A coleção é fruto de uma extensa pesquisa que teve início em 2019, quando Hisan Silva e Pedro Batalha, criativos por trás da marca, começaram a se aprofundar sobre o cotidiano baiano, a história e suas ramificações do dia a dia em relação ao tabuleiro de acarajé. A partir disso, buscaram traduzir as reverberações desse elemento enquanto um símbolo da cultura regional.

A essência da marca, um encontro entre o urbano e o clássico, poderá ser vista na estreia da DND. A Tabuleiro é uma coleção de inverno que traz peças ajustáveis com um mix de alfaiataria e o DNA street, dividida em cinco pratos principais, acarajé, abará, caruru, vatapá e cocada, as texturas e sensações são traduzidas através da sarja e malhas de algodão, matéria prima principal da Dendezeiro, unidos a outros tecidos e materiais como miçangas e elementos que referenciam a cultura baiana e o tabuleiro de acarajé.

Retratando o cotidiano soteropolitano e trazendo um pouco da poesia urbana, a coleção reforça como o tabuleiro de acarajé se conecta com as religiões de matrizes africanas e seus conhecimentos, com as artes de rua, com os talentos em manufatura, na vida e no DNA do povo baiano.

A coleção estará disponível no mesmo dia do lançamento como uma estrutura de pré-venda para o público, no site oficial da marca www.dendezeiro.com.br.

Conheça mais @dendezeiro foto: @kevinoux

Maragogipinho por Ateliê Mão de Mãe

Divulgação (Ateliê Mão de Mãe)

A marca baiana Ateliê Mão de Mãe, já veterana na São Paulo Fashion Week, apresenta sua nova coleção que tem como inspiração a comunidade Maragogipinho, localizada no Recôncavo Baiano. A região é um dos maiores polos de artesanato brasileiro e a coleção homenageia essa cadeia produtiva que vive das artes manuais, assim como a marca, que traz o crochê como grande destaque.

Confeccionadas em algodão 100% e aviamentos naturais, as peças desenvolvidas pelos Diretores criativos Patrick Fortuna e Vinicius Santana, trazem técnicas em crochê que remetem ao artesanato da região, como as pinturas em barro e as flores da Tabatinga, além dos bordados no crochê sobre crochê (algumas peças levam até 18 dias para serem finalizadas) que dão às peças um toque ainda mais elaborado e valioso

Entre os mais de 25 looks apresentados, uma paleta com cores para todas as horas do dia, em casaquetos, saias, shorts, vestidos e casacos em crochê que fazem referência à década de 40, com shapes estruturados em um mix de texturas e modelagem impecável.

A coleção marca a entrada de peças em tecido plano na label: looks em alfaiataria trazem modelagem estruturada nada óbvia, o tweed surge em shapes clássicos, e a seda aliada ao crochê, traz leveza e fluidez à coleção.

Uma outra novidade da coleção é a collab Gilvanetti + AMM, que apresenta sapatos em modelos como botas western + flat com madeira de reflorestamento em design italiano, além de algumas bags mini e maxi em couro tressê.

A apresentação desta temporada tem um sabor especial para a Ateliê Mão de Mãe, que é a primeira marca a sair do coletivo SANKOFA e entrar oficialmente para o line-up da SPFW.

Conheça mais @ateliemaodemae

foto: @edgarazevedo 

Meninos Rei – Meu Ori é Minha Voz

Volumetria, texturas e muita suntuosidade, foram o viés para a construção das peças apresentadas na coleção “Meu Ori é a minha voz”.

Imagem: Meninos Rei

O tecido africano, que é a base do trabalho da marca, continua sendo protagonista, assim como o patchwork, que são características marcantes no nosso trabalho. “A novidade desse desfile é o lançamento da nossa estampa, códigos que nos acompanham e que falam sobre a nossa história foram executados pelo designer baiano Hori, da Estúdio Agá”.

Os calçados artesanais foram idealizados pelo artista plástico sergipano Lucas Lemos, da Tsuru.

As pochetes, bags, buckets e bolsas foram executadas pelo designer baiano Vinícius Carmezin, da Ziê

Os balangandãs e coroas da casa de artigos religiosos Ilê de Odé. A concepção criativa dos colares foi feita por Kelba Deluxe e os brincos e anéis, foram assinados pela designer baiana Luana Rodrigues.

Conheça mais @meninosrei

foto: assessoria de imprensa

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display