Mahershala Ali fala sobre seus valores: “A integridade é a sua verdade, sem ela você está perdido”

0
Mahershala Ali fala sobre seus valores: “A integridade é a sua verdade, sem ela você está perdido”
Foto: Reprodução Instagram

No papel de Cameron no longa “Swang Song” disponível na AppleTV+, Mahershala Ali vive um personagem que lida com questionamentos morais nas suas últimas semanas de vida depois de ser diagnosticado com câncer em um estágio incurável. Na trama, a tecnologia oferece a opção de deixar um clone dele que cuidaria de sua esposa, grávida do segundo filho deles e de seu primogênito. E o dilema seria: deixar a família desamparada ou mentir e não afetar suas vidas ao ser substituído por uma versão perfeita de si mesmo?

Em conversa com Oprah Winfrey, Ali falou sobre integridade e a responsabilidade de escolher seus papéis como ator, respeitando o legado de quem veio antes dele, como Sidnei Poitier que nos deixou recentemente. Assim como Poitier, que se tornou o primeiro negro a ganhar um Oscar de Melhor Ator em 1964, Ali também fez história no Oscar. Em 2017, Ali se tornou o primeiro ator muçulmano a ganhar um Oscar e, dois anos depois, se tornou o primeiro ator negro a ganhar dois prêmios na mesma categoria.

“Eu me conecto à integridade como uma verdade, como uma forma de estar no mundo. E sem ela, eu não sei bem quem eu sou. No budismo, eles dizem: ‘Volte ao centro’. Acho que ‘voltar ao centro’ é garantir que você esteja conectado à sua integridade e como isso, de certa forma, define quem você é no mundo”, disse Ali. “Quanto mais você se afasta disso, você se perde”, explicou ele. “Integridade está voltando para quem você é em sua essência – e quem você é em sua essência é divino.”

O premiado ator citou Cicely Tyson, Muhammed Ali e Oprah para exemplificar o seu senso de integridade, descrevendo-os como “pessoas que têm uma noção do que é certo e errado”. Para Ali, eles mostram “o quão importante é trabalhar para estar alinhado com o que é bom e o que é generoso e o que é leve e positivo e verdadeiro”.

Ele acrescentou: “Não importa o que mais esteja acontecendo no mundo, há uma sensação de que me sinto preso à minha família, ao meu povo, nosso povo. E a responsabilidade de estar no lugar de Poitier, ou no lugar de Denzel Washington. Todas essas pessoas que contribuíram para a nossa cultura e fizeram do mundo um lugar melhor.”

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display