Livro “Rastros de Resistência”, do escritor Alê Santos, é adquirido pelo Governo de São Paulo

0
750
Alê Santos e seu livro, rastros da resistência; Divulgação

O livro “Rastros de resistência”, do escritor e finalistas do prêmio Jabuti 2020, Alê Santos, que fala sobre o passado de grandes reinos que tiveram sua história apagada ou silenciada ao longo dos anos de colonialismo e pós-colonialismo, estará nas escolas do de São Paulo.

A história de reis, rainhas, guerreiros e amazonas que lutaram bravamente em seus territórios vão ser apresentados com toda sua força ancestral para alunos do colégio público do governo.

“Quando estava escrevendo o livro eu imaginava que minha autoestima na infância e, consequentemente, vida no colégio, seriam muito melhores com acesso a essas histórias que eu contei em Rastros de Resistência.” Fala o escritor, relembrando de quando estava escrevendo o livro.

“Inúmeras possibilidades teriam surgido em meu imaginário ao me deparar com figuras que colocam pessoas negras como estrategistas, piratas, líderes poderosos que venceram o sistema de escravidão.  Então quando recebi a notícia eu me emocionei muito,  estou realizando um sonho que eu nem sabia que podia ter, ser um escritor e ser distribuído para as escolas.”

Além desse, segundo o autor, vários livros de outros escritores negros contemporâneos vão chegar para os alunos, após ser comprados pelo governo. “Nunca pensei que um dia eu conseguiria chegar nas escolas dessa maneira, é emocionante”, completa Alê.

Comments