O Senado dos Estados Unidos confirmou oficialmente, nesta tarde de quinta-feira (7), a juíza Ketanji Brown Jackson para a Suprema Corte. Ao todo, foram 53 votos a favor e 47 votos contrários à indicação. Com o feito, Jackson se torna a primeira mulher negra, em mais de 233 anos, a ser elevada à mais alta corte do país, cargo que é vitalício.

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, presidiu a cerimônia de escolha. “Nesta votação, foram 53 votos de ‘sim’ e 47 votos de ‘não’. Portanto, esta indicação está confirmada”, anunciou Harris com um grande sorriso após a votação final.

Joe Biden ao lado de Ketanji Brown. Foto: Susan Walsh / AP.

A indicação de uma mulher negra à Suprema Corte era uma promessa de campanha do presidente Biden, do Partido Democrata. Jackson tomará o lugar do juiz Breyer, de 83 anos, profissional que deve servir até o término do seu mandato atual, ou seja, até o final de junho. Depois disso, Jackson será formalmente empossada.

Através do Twitter, Joe Biden comemorou: “A confirmação da juiza Jackson foi um momento histórico para nossa nação. Demos mais um passo para fazer com que nossa mais alta corte reflita sobre a diversidade da América. Ela será uma Justiça incrível, e tive a honra de compartilhar esse momento com ela.”

Jackson se formou em Direito em Harvard, no ano de 1996, e ocupou vários cargos na área jurídica. Ela trabalhou para vários juristas federais e trabalhou como defensora pública federal adjunta entre 2005 e 2007.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments