Jovem de 16 anos conquista três bolsas internacionais e sonha em ser artista

0
Jovem de 16 anos conquista três bolsas internacionais e sonha em ser artista
Isabela Carvalho, estudante ganha três bolsas internacionais / Imagem: Arquivo pessoal

O mundo parece pequeno para a jovem Isabela Carvalho, no último ano a menina teve três conquistas internacionais, ainda cursando o segundo ano do ensino médio. Mas, aos 16 anos, a adolescente oriunda da periferia da Zona Leste de São Paulo, estudante de ETEC (Escola Técnica Estadual), possui uma história parecida com a de muitos dos nossos: pai alcoólatra e violento, deixando a mãe num papel solo.  Em meio a guerra,  encontrou refúgio no estudo da língua espanhola e nas artes. Aos 9, de forma autodidata, aprendeu com a novela musical infantil a falar Espanhol e a cantar. Mas, naturalmente, não se viu muito representada, por isso, afirma que deseja trabalhar com o mercado estadunidense, a fim de garantir um pouco de representatividade. “Lá (EUA) não tem muitos negros ou latinos e isso me entristece. É como se pessoas como nós não chegassem até lá, mesmo sendo talentosas. Foi muito difícil encontrar uma mulher que fosse como eu! (…) Eu não sou Isabela sem música e minhas raízes. A arte me impulsionou a sonhar!”, desabafa a estudante. 

O impossível sempre é possível, desde que seja feito com muito amor e dedicação

Isabela sonha em ser artista / Imagem: Arquivo pessoal

Quando questionada sobre seu sonho, a jovem afirma: “O meu maior sonho é seguir a carreira na área de Artes. Sou apaixonada pela música latina e adoraria trabalhar com isso.. Quero trabalhar, também, com a atuação”. E, mesmo com pouca idade, conseguiu alcançar grandes oportunidades. Por meio de uma redação, foi selecionada para três bolsas: Na Academia de Liderança da América Latina (LALA); bolsa de duas semanas para estudar espanhol em Valladolid, Espanha, pela Fundación de La Lengua e, por fim, uma bolsa do programa pré-universitário de cinema da Northwestern University, no qual desenvolveu roteiro e atuou em um curta-metragem. Quanto à expectativa da viagem a Espanha, Isabela diz “estou ansiosa! Ainda não caiu a ficha, ainda não acredito que, em alguns meses, conhecerei a Espanha, um lugar que sempre quis ir. A possibilidade de vivenciar a cultura local é o que mais me anima”, diz, eufórica. 

Carta de admissão ao programa pré-universitário da Northwestern University / Arquivo Pessoal

Além disso, a jovem atua em projetos sociais como embaixadora do Construindo O Futuro – organização que engaja adolescentes em prol do desenvolvimento sustentável, bem como trabalhos voluntários. E, para seguir surpreendendo, Isabela criou um app de rede de apoio a pacientes com câncer, e este foi submetido à competição internacional Technovation Girls. Muitos momentos para uma pequena menina. Quando perguntada acerca da pressão que sentia, respondeu: “Sabia desde o começo que não seria fácil. O caminho até aqui foi marcado por insistências mas, também, por insegurança e medo. Não me senti pressionada porque sempre fui muito decidida, pois fiz tudo isso por amor – apesar de me sentir, por vezes, exausta. A sensação é de pura felicidade e alegria. Vejo que posso ser inspiração para outros jovens”, conclui. E, em relação a essa inspiração para a juventude, Isabela deixa seu recado: “Não deixem que ninguém diga o que vocês podem ou não fazer. Se vocês têm um sonho, acreditem nele e lutem por ele até o final. Muitos vão duvidar da sua capacidade, e até achar que vocês estão ficando loucos. Mas vocês sabem da sua vontade, da sua verdade. Não sejam apenas sonhadores, mas também realizadores. Façam o objetivo de vocês acontecer, e voltem para incentivar e ajudar jovens assim como vocês. O impossível sempre é possível, desde que seja feito com muito amor e dedicação.”, finaliza Isabela Carvalho. 

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display