“João Pedro estava em casa”. Desaparecido durante a madrugada estudante morre depois de operação policial

0
7199

Um apelo tomou conta das redes sociais durante a noite de segunda-feira (18).:

“Esse é meu primo João Pedro Matos Pinto, tem 14 anos e estava por volta das 16h em casa (Praia da Luz ) São Gonçalo, RJ. Em uma operação da polícia dos traficantes entraram na casa e os policiais saíram atirando e atingiu ele na barriga”.  A postagem é de Daniel Blaz, primo de João. Na manhã de terça (19) chegou a notícia de que o estudante estava morto.

O Ministério Público emitiu uma nota sobre o caso:

“A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) instaurou inquérito para apurar a morte de um adolescente ferido durante operação da Polícia Federal com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. Foi realizada perícia no local e duas testemunhas prestaram depoimento na delegacia. Os policiais foram ouvidos e as armas apreendidas para confronto balístico. Outras diligências estão sendo realizadas para esclarecer as circunstâncias do fato.

A ação visava cumprir dois mandados de busca e apreensão contra lideranças de uma facção criminosa.

Durante a ação, seguranças dos traficantes tentaram fugir pulando o muro de uma casa. Eles dispararam contra os policiais e arremessaram granadas na direção dos agentes. No local foram apreendidas granadas e uma pistola.

O jovem foi ferido e socorrido de helicóptero. Médicos do Corpo de Bombeiros prestaram atendimento, mas ele não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o IML de São Gonçalo.”

Ainda não se sabe onde o corpo de João ficou durante o desaparecimento.

Veja algumas repercussões sobre o caso.

 

Comments

Comentários