“Existe peleumonia”: Após criticar colega, médica negra sofre ataques racistas pelo FB

0
4034
Foto: Reprodução Internet

Diploma não dá educação. Essa é a lição que fica em casos com o médico Guilherme Capel de Serra Negra, que postou no Facebook uma foto com a legenda “Uma imagem fala mais que mil palavras”. Na foto, Guilherme Capel Pasqua mostra o receituário médico com o seguinte dizer: “Não existe peleumonia e nem raôxis”. Ele expôs um dos seus pacientes, o mecânico José Mauro de Oliveira Lima que é analfabeto.

No receituário do hospital, o deboche (Foto: Reprodução/internet)
No receituário do hospital, o deboche
(Foto: Reprodução/internet)

O caso viralizou nas redes sociais e a médica e cantora Júlia Rocha, do Rio de Janeiro resolveu dar sua opinião sobre o assunto.

Post da médica Júlia Rocha (Reprodução - Facebook)
Post da médica Júlia Rocha (Reprodução – Facebook)

Seu post foi compartilhado por mais de 67 mil pessoas. O médico foi demitido, não por conta das reflexões de Júlia, mas por sua atitude incompatível com sua profissão.  No entanto, ainda no Facebook, dezenas de pessoas resolveram atacar a médica do Rio de Janeiro, a culpando pela demissão de Guilherme, duvidando da sua formação em medicina e a ofendendo com diversas frases de cunho racista. (Imagens – Reprodução Facebook )

-1 Katleen Conceicão Kat4 -1 Katleen Conceicão Kat3 -1 Katleen Conceicão Kat2

“Agora a noite, recebi a ligação de uma prima me dizendo que um homem do sul havia postado ofensas racistas contra mim. Meu coração chega a doer só de pensar que esse é o mundo que minha filha ou meu filho viverá. Estou em choque”, desabafa Julia em sua página do Facebook.

-1  Júlia Rocha5
(Reprodução – Internet)

Guilherme retornou as redes sociais neste domingo, com um pedido de desculpas em forma de post, onde se oferece a prestar atendimento gratuito a José Mauro e sua família. Ele deve estar em paz, cabe agora saber como Júlia lidará com esses ataques. Ela está grávida do seu primeiro filho.

Comments