Espetáculo “Lívia” faz conexão com a ancestralidade por meio de uma história de amor

0
4226

Imagine assistir a história de amor – encontros, desencontros, realizações, sonhos… – da adolescência a velhice, de um casal negro. Isso e mais é o que você verá assistindo à peça “Lívia”, espetáculo em cartaz aos sábados às 21h e domingo às 20h, no teatro Parlapatões (Praça Roosveld, 158, Consolação – SP).

“Lívia”, que conta com os atores Sol Menezzes e Licínio Januário, trata da afetividade entre pessoas negras de maneira singular e subjetiva.

“Entendemos que a cor da nossa pele torna nossos corpos um corpo político, cheio de histórias e significados. Um corpo que só pelo simples fato de existir, já fala! E como fala! Esse foi o nosso ponto de partida para discutir a afetividade negra em Lívia. Esse corpo preto e ancestral que carrega a herança do matriarcado, celebrações e afetividades. E em Lívia, as conexões com tal herança são feitas pelo próprio espectador, através da identificação com esses corpos”, conta Licínio, que dá vida ao personagem Felipe.

No pós-peça os atores também têm aberto espaço para a discussão sobre o protagonismo negro na arte. Foi assim no ultimo final de semana, onde, além dos atores da peça, outros atores negros foram convidados para compor esse debate tão necessário. “A proporção que o evento tomou foi uma grande e linda surpresa para nós. Ver o teatro lotado de pretos e pretas, emocionados ao final do espetáculo e sedentos pelo nosso bate-papo sobre protagonismo negro, é o que nos mostra, cada vez, mais que estamos no caminho certo”, comemora o ator.

O espetáculo “Lívia” tem temporada em São Paulo até o dia 30 de julho. Pra saber mais sobre a peça acesse a página da organização no Facebook.

Comments

Comentários