Em Tóquio, Arthur Nory fala sobre episódio de racismo que cometeu “Mudei. até hoje pago por isso”

0
Em Tóquio, Arthur Nory fala sobre episódio de racismo que cometeu “Mudei. até hoje pago por isso”
Imagem: Reprodução

O ginasta Arthur Nory, um dos representantes do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio, falou no Twitter que tem sido “atacado” na rede social por pessoas que relembraram o episódio de racismo envolvendo ele, em 2015. Na ocasião, no vídeo, publicado pelo próprio Arthur, ele conversava com mais dois amigos sobre Ângelo Assumpção, ginasta que na época fazia parte da mesma seleção que ele.

“O saquinho do supermercado é branco e do lixo é o quê? Preto”, dizia Arthur para os atletas Fellipe Arakawa e Henrique Flors, enquanto Ângelo se mostrava nitidamente incomodado com a situação.

Em Tóquio, para participar das Olímpiadas, alguns brasileiros decretaram que não torceriam para o atleta e ele comentou a atitude em suas redes sociais:

“É normal tanto xingamento, ódio e desejar o mal aqui no Twitter?”, questionou Arthur.

Logo, a cantora Valesca Popozuda respondeu a pergunta do ginasta: “Não é. Mas quando a gente erra, é melhor assumir o erro e pedir desculpas. Porque aqui no Twitter ninguém passa mais pano”.

Na época do comentário, Arthur disse que tudo não passava de uma brincadeira entre amigos. Entretanto, em setembro de 2020, ele admitiu o erro e disse que se sentia envergonhado de sua atitude nas redes sociais.

Enquanto Nory, pessoa que cometeu racismo, está nas olímpiadas, Ângelo Assumpção, após denunciar as ‘brincadeiras’ racistas dos amigos, está sem equipe para treinar.

Comments

No posts to display