Dia dos Professores: Quantos professores negros você já teve?

0
2334

Nesta quinta-feira (15) é comemorado o Dia do Professor, data em que se homenageiam os responsáveis pelo desenvolvimento da educação e do conhecimento no país, abrangendo um grupo de profissionais que trabalham desde a educação infantil até o ensino superior. Como todos sabemos, trata-se de uma das mais importantes profissões praticadas no mundo, afinal, sem ela, a transmissão de conhecimentos e a correta apreensão destes pelas pessoas seriam praticamente impossíveis.

Sabemos que todos os professores são extremamente importantes para formação de uma criança, adolescente e adulto. Mas também sabemos o quanto a representatividade importa. Segundo o MEC, são 65.249 professores negros atuando em universidades brasileiras, número que representa 30,5% do total de docentes no Ensino Superior do Brasil, que é 214.224. A parcela negra na população brasileira é de 50,7%, de acordo com o Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quando se olha para as faculdades de ensino superior públicas, a taxa cai ainda mais, correspondendo a 14,4% dos docentes. Os dados mostram que, apesar de a maioria populacional do Brasil ser negra, ainda somos uma minoria entre o total de professores universitários.

Entre os professores negros no ensino superior:

31,3% tem doutorado como a titulação máxima;
45% tem mestrado como a titulação máxima;
23,7% tem especialização como a titulação máxima;
5,4% tem graduação como a titulação máxima;
4,5% tem graduação como a titulação máxima.

Eu, Thais Prado redatora deste site, em todo o meu período estudantil só tive uma professora negra. E ela era a única professora negra da Universidade. Hoje penso: “Em quem ela se espelhou?“. Devemos ser imensamente gratos por todos os professores que passaram por nos, e triplamente gratos pelos professores negros, sabemos bem como é ser negro em qualquer âmbito.

Você, professor / professora negra, obrigada por continuar, por ser referência para os pequenos e por manter nossos corações cheios de esperança. Não deve ser fácil, ainda mais nas escolas da periferia e por isso devemos nossos agradecimentos a vocês. Nossas crianças negras precisam de referencias em todos os locais. Obrigada!

Comments