Dia da África: 11 produções Africanas disponíveis para assistir on-line

0
Dia da África: 11 produções Africanas disponíveis para assistir on-line

No dia 25 de maio se comemora o Dia da África, do continente berço da humanidade. A data marca o encontro de 32 chefes de estado africanos, em maio de 1963 na Etiópia, para pensar como, juntos, poderiam realmente emancipar o continente africano, ou seja, tirá-lo das mãos do domínio europeu.

Leia também: “O coração é a morada da nossa consciência “. Ensinamentos de um TEDX sobre filosofia africana

O dia foi um marco para o continente, já que os líderes presentes criaram a Organização de Unidade Africana (OUA) a partir de uma carta conjunta que marcou a fundação da organização continental. Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu a importância do encontro, instituindo a data como o Dia da África.

Para além do reconhecimento institucional, a data simboliza a memória coletiva dos povos africanos e o esforço conjunto no processo de desenvolvimento econômico e social do continente. Para reforçar a importância do continente africano para todo o mundo, selecionamos 11 produções Africanas disponíveis para assistir on-line.

Leia também: Cine África promove sessões e debates virtuais de filmes africanos

Confira:

Atlantique

Atlantique é um filme de drama romântico franco-belga-senegalês de 2019 dirigido por Mati Diop e escrito por Diop e Olivier Demangel. Estreou internacionalmente em 16 de maio de 2019 no Festival de Cinema de Cannes e foi selecionado para representar Senegal no Oscar 2020.

Sangue e Água

A trama é cheia de romances e intrigas. A protagonista, Puleng Khumalo (Ama Qamata), uma garota determinada em descobrir o paradeiro de sua irmã que foi raptada logo após o nascimento acaba conhecendo uma garota que ela acredita ser a sua irmã desaparecida. Para descobrir a verdade, a personagem se transfere de escola.

O Menino que Descobriu o Vento 

Sempre esforçando-se para adquirir conhecimentos cada vez mais diversificados, um jovem de Malawi se cansa de assistir todos os colegas de seu vilarejo passando por dificuldades e começa a desenvolver uma inovadora turbina de vento.

The Burial of Kojo

The Burial of Kojo (em português: O enterro de Kojo), o filme explora a cultura africana através de uma viagem espiritual em que uma jovem busca seu pai após um desaparecimento misterioso. Escrito e dirigido por Blitz Bazawule, o longa foi selecionado para o Festival de Cinema Pan-Africano de 2019 (PAFF) e venceu na categoria de melhor narrativa no Festival de Cinema Urbanístico de 2018.

Queen Sono

Queen Sono é uma série de drama policial sul-africana criada por Kagiso Lediga que estreou no Netflix em 28 de fevereiro de 2020 e já foi renovada para sua segunda temporada.

In My Country

In My Country é um filme de drama de 2017 dirigido por Frank Rajah Arase, estrelado por Sam Dede, Shan George, Okawa Shaznay, Bimbo Manuel, Precious Udoh e Austin Enabulele.

Moolaadé

Moolaadé é um filme de 2004 do escritor e diretor senegalês Ousmane Sembène. Ele aborda o assunto da mutilação genital feminina, uma prática comum em vários países africanos, do Egito à Nigéria

Beast of No Nation (Cary Fukunaga | EUA, 2015)

Baseado no romance homónimo do autor nigeriano, Uzodinma Iweala, o filme conta a história de um garoto africano separado da família durante a guerra civil, que é obrigado a lutar ao lado de mercenários e se tornar um menino-soldado de guerrilha. O drama é uma produção estadunidense de 2015 e foi selecionado para ser exibido na sessão Apresentações Especiais da quadragésima edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Kiriku e a Feiticeira (Michel Ocelot.| França, 1998)  

A animação francesa de 1998, ambientada na África Ocidental, conta a história de Kiriku, um menino minúsculo, cujo tamanho não alcança nem o joelho de um adulto, e que tem como desafio enfrentar a poderosa feiticeira Karabá, que secou a fonte d’água de sua aldeia. Kiriku enfrenta perigos e passa por muitas aventuras, provando que o seu tamanho, não só não é um problema, como é a sua melhor arma para enfrentar a feiticeira.

Ceddo (Ousmane Sembène | Senegal, 1977)

Ceddo, também conhecido como The Outsiders, é um filme de drama senegalês de 1977 dirigido por Ousmane Sembène. Foi inscrito no 10º Festival Internacional de Cinema de Moscou.

 

Sambizanga 

Sambizanga é um filme franco-angolano-congolês do género drama, realizado por Sarah Maldoror, com base na novela A vida verdadeira de Domingos Xavier do autor angolano José Luandino Vieira.

 

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display