Dia da África: 11 produções Africanas disponíveis para assistir on-line

0
3594

No dia 25 de maio se comemora o Dia da África, do continente berço da humanidade. A data marca o encontro de 32 chefes de estado africanos, em maio de 1963 na Etiópia, para pensar como, juntos, poderiam realmente emancipar o continente africano, ou seja, tirá-lo das mãos do domínio europeu.

Leia também: “O coração é a morada da nossa consciência “. Ensinamentos de um TEDX sobre filosofia africana

O dia foi um marco para o continente, já que os líderes presentes criaram a Organização de Unidade Africana (OUA) a partir de uma carta conjunta que marcou a fundação da organização continental. Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu a importância do encontro, instituindo a data como o Dia da África.

Para além do reconhecimento institucional, a data simboliza a memória coletiva dos povos africanos e o esforço conjunto no processo de desenvolvimento econômico e social do continente. Para reforçar a importância do continente africano para todo o mundo, selecionamos 11 produções Africanas disponíveis para assistir on-line.

Leia também: Cine África promove sessões e debates virtuais de filmes africanos

Confira:

Atlantique

Atlantique é um filme de drama romântico franco-belga-senegalês de 2019 dirigido por Mati Diop e escrito por Diop e Olivier Demangel. Estreou internacionalmente em 16 de maio de 2019 no Festival de Cinema de Cannes e foi selecionado para representar Senegal no Oscar 2020.

Sangue e Água

A trama é cheia de romances e intrigas. A protagonista, Puleng Khumalo (Ama Qamata), uma garota determinada em descobrir o paradeiro de sua irmã que foi raptada logo após o nascimento acaba conhecendo uma garota que ela acredita ser a sua irmã desaparecida. Para descobrir a verdade, a personagem se transfere de escola.

O Menino que Descobriu o Vento 

Sempre esforçando-se para adquirir conhecimentos cada vez mais diversificados, um jovem de Malawi se cansa de assistir todos os colegas de seu vilarejo passando por dificuldades e começa a desenvolver uma inovadora turbina de vento.

The Burial of Kojo

The Burial of Kojo (em português: O enterro de Kojo), o filme explora a cultura africana através de uma viagem espiritual em que uma jovem busca seu pai após um desaparecimento misterioso. Escrito e dirigido por Blitz Bazawule, o longa foi selecionado para o Festival de Cinema Pan-Africano de 2019 (PAFF) e venceu na categoria de melhor narrativa no Festival de Cinema Urbanístico de 2018.

Queen Sono

Queen Sono é uma série de drama policial sul-africana criada por Kagiso Lediga que estreou no Netflix em 28 de fevereiro de 2020 e já foi renovada para sua segunda temporada.

In My Country

In My Country é um filme de drama de 2017 dirigido por Frank Rajah Arase, estrelado por Sam Dede, Shan George, Okawa Shaznay, Bimbo Manuel, Precious Udoh e Austin Enabulele.

Moolaadé

Moolaadé é um filme de 2004 do escritor e diretor senegalês Ousmane Sembène. Ele aborda o assunto da mutilação genital feminina, uma prática comum em vários países africanos, do Egito à Nigéria

Beast of No Nation (Cary Fukunaga | EUA, 2015)

Baseado no romance homónimo do autor nigeriano, Uzodinma Iweala, o filme conta a história de um garoto africano separado da família durante a guerra civil, que é obrigado a lutar ao lado de mercenários e se tornar um menino-soldado de guerrilha. O drama é uma produção estadunidense de 2015 e foi selecionado para ser exibido na sessão Apresentações Especiais da quadragésima edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Kiriku e a Feiticeira (Michel Ocelot.| França, 1998)  

A animação francesa de 1998, ambientada na África Ocidental, conta a história de Kiriku, um menino minúsculo, cujo tamanho não alcança nem o joelho de um adulto, e que tem como desafio enfrentar a poderosa feiticeira Karabá, que secou a fonte d’água de sua aldeia. Kiriku enfrenta perigos e passa por muitas aventuras, provando que o seu tamanho, não só não é um problema, como é a sua melhor arma para enfrentar a feiticeira.

Ceddo (Ousmane Sembène | Senegal, 1977)

Ceddo, também conhecido como The Outsiders, é um filme de drama senegalês de 1977 dirigido por Ousmane Sembène. Foi inscrito no 10º Festival Internacional de Cinema de Moscou.

 

Sambizanga 

Sambizanga é um filme franco-angolano-congolês do género drama, realizado por Sarah Maldoror, com base na novela A vida verdadeira de Domingos Xavier do autor angolano José Luandino Vieira.

 

Comments