Debate sobre raça no Brasil é tema de evento na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro

0
818

A Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro, em razão do mês da Consciência Negra, traz a discussão sobre raça no debate público no Brasil e o impacto das hierarquias raciais nos processos de subjetivação dos brasileiros.  Os temas são das palestras que o intelectual e militante do movimento negro, Carlos Alberto Medeiros e a psicóloga Deborah Medeiros, irão ceder no dia 21 de novembro, às 21 horas. As apresentações serão seguidas de debates e já são uma tradição na SBPRJ.

Doutorando em História Comparada (IFCS/UFRJ), mestre em Ciências Jurídicas e Sociais (UFF) e graduado em Comunicação e Editoração (ECO/UFRJ), Carlos Alberto Medeiros é o tradutor de A Autobiografia de Martin Luther King, além de mais de vinte livros de Zygmunt Bauman. De acordo com ele, por muito tempo evitada sob o argumento de ser desnecessária ou mesmo perigosa, a discussão sobre raça é hoje um dos temas mais presentes no debate público no Brasil.

Minha exposição tem por objetivo não apenas apresentar a forma como ela se trava nas instâncias públicas e privadas, mas também suas causas e consequências, assim como as ameaças aos avanços obtidos nessa área em tempos de retrocesso político-ideológico”, adianta.

Para Deborah Medeiros, psicóloga graduada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), psicoterapeuta e palestrante sobre temas relacionados à psicologia social do racismo, à branquitude e ao impacto das hierarquias raciais nos processos de subjetivação dos brasileiros, a ideia de superioridade racial dos brancos, seja do ponto de vista cultural, religioso ou estético, se sustenta ainda no século XXI no imaginário dos brasileiros.

Apesar de encontrar grande resistência, a psicologia social tem conseguido capilarizar a discussão sobre raça nos meios acadêmicos, contrapondo-se ao silenciamento sobre o tema. Vou propor reflexões sobre o impacto das hierarquias raciais nos processos de subjetivação, considerando o racismo um elemento estruturante da sociedade brasileira”, comenta.

O evento é realizado pelo Conselho Científico da SBPRJ, a atividade é aberta ao público, mediante inscrição e pagamento de taxa de manutenção de R$ 20,00. Informações e inscrições por email (sbprj@sbprj.org.br) ou telefone (2534-1115). A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, no Humaitá.

Comments

Comentários