Conheça os artistas Africanos que fizeram parte de “Black Is King”

0
2353

Por: Estevão Lourenço*

“Black is King” é o novo trabalho de Beyoncé lançado na última sexta-feira (31). O filme tem chamado atenção em diversos quesitos o visual é novidade, mas a trilha sonora os fãs já conheciam. O álbum que compõe a trilha sonora, The Lion King: The Gift, foi lançado no ano passado como trilha sonora para o filme “O Rei Leão”. As músicas trazem participação de diversos artistas como Jay-Z, Pharrell Williams, Kendrick Lamar entre outros do nosso continente americano. Mas enquanto a variedade de artistas africanos participantes? Você os conhece? Confira abaixo quem são os artistas africanos que deram a voz em “The Lion King: The Gift” e consequentemente deram as caras em “Black is King”.

Tekno

Augustine Miles Kelechi é nigeriano e tem 27 anos. Além de cantor, também é produtor musical.  Conhecido como “Golden Boy of Africa” (garoto de ouro da África) seu primeiro single, “Holiday” foi lançado em 2013. No ano seguinte, 2014, seus singles “Dance” e “Anything” fizeram um enorme sucesso e o fizeram concorrer no Prêmio de Entretenimento Nigeriano.

Seu single com maior visibilidade intitulado “Pana”, de 2016, conta com mais de 130 milhões de visualizações. Em 2018 fez uma participação na canção “Freak Me” da cantora norte-americana Ciara. Em 2020 Tekno lançou três singles, o mais recente se chama “Sudden”.

Mr. Eazi

Oluwatosin Ajibade é conhecido por ser pioneiro da música Banku, um gênero que mistura a musicalidade e as estruturas de músicas de Gana e da Nigéria Mr. Eazi tem 29 anos, nasceu na Nigéria e além de cantor e compositor é empresário. Aos 16 anos mudou-se para Gana, para cursar engenharia mecânica da Universidade Kwame Nkrumah de Ciência e Tecnologia. 

O cantor possui quatro mixtapes lançadas, sendo a primeira de 2013. Seu vídeo com mais visualizações é para canção “Leg Over” de 2017. Seu trabalho mais recente é a mixtape “One day you will understand”.

Yemi Alade

Yemi Eberechi Alade, de 31 anos, nigeriana, cantora e compositora de afropop. Formou-se em Geografia na Universidade de Lagos. Em 2009 foi a vencedora de um programa de talentos Peak Talent Show, já possui quatro álbuns lançados e uma turnê mundial para cada um deles. Seu primeiro album de 2014 intitulado “King of Queens” conta com o maior single de sua carreira intitulado “Jhonny”, com quase 120 milhões de visualizações no YouTube.

Em 2019 lançou o álbum seu quarto álbum, “Woman of Steel”, conta com o single “Shekere” que possui participação do ícone da música negra, Angélique Kidjo. O trabalho mais recente de Yemi Alade é o single “Boyz”

Burna Boy

Damini Ogulu, de 29 anos, é um compositor e cantor nigeriano. Apesar de ser associado com afrobeat se aventura pelos gêneros reggae e dancehall também. Possui duas mixtapes lançadas em 2011, quando produzia suas próprias músicas. Em 2013 lançou seu primeiro álbum intitulado “L.I.F.E”. Até o momento possui quatro álbuns lançados e é mundialmente conhecido por fazer inúmeras participações, principalmente em canções de cantores norte-americanos. 

Seu single solo com maior visibilidade é “On The Low” com mais de 140 milhões de visualizações no YouTube. Seu trabalho solo mais recente é o single “Wonderful”. E ontem foi lançada a canção “My Oasis do cantor Sam Smith com participação de Burna Boy  

Oumou Sangaré 

Oumou Sangaré, tem 52 anos. A cantora se enquadra em um gênero tradicional chamado de “Wassoulou music” que é interpretado por mulheres e possui instrumentos regionais específicos. Wassoulou é uma região histórica ao sul do rio Niger, tal região abrange Mali, pais onde a cantora nasceu.

A cantora possui oito álbuns lançados sendo o primeiro de 1990 e último um álbum acústico de 2020. Em 2011 participou da releitura da música “Imagine” com Seal, India Arie entre outros artistas que rendeu um Grammy na categoria “Melhor colaboração pop com vocais.” 

Salatiel

Salatiel Livenja Bessong, de 31 anos, é camaronense. O cantor e compositor também produz e começou sua carreira em 2014. Desde o início de sua carreia é o responsável por produzir a maioria dos hits em Camarões através de sua gravadora Alpha Better records. Suas produções já concorreram e ganharam diversos prêmios no continente africano.

Seu primeiro e único álbum foi lançado em 2019 e possui o título “Africa represented”. Possui apenas um vídeo lançado em seu canal no YouTube para o single “Ayagayo”. 

Wizkid

Ayodeji Ibrahim Balogun, de 30 anos, é um cantor e compositor nigeriano. Aos 11 anos possuía um grupo chamado Glorious Five com amigos da igreja e chegaram a gravar um álbum colaborativo. Em 2011 lançou seu primeiro álbum solo intitulado “Superstar” Em 2014 lançou o álbum “Ayo”. E em 2017 o álbum “Sounds from the Other Side”.

É mundialmente conhecido por ter participado do hit “One Dance” do rapper Drake em 2016. Seu single com mais visualizações é “Come Closes” de 2017, também com a participação do rapper Drake. Seu último single solo “Joro” foi lançado no ano passado.  

Tiwa Savage

Tiwatope Savage, de 40 anos, além de cantora e compositora também é atriz. Nasceu na Nigéria e aos 11 anos foi morar em Londres com sua família. Aos 16 aos foi backing vocal de cantoras como Mary J. Blige e Chaka Khan. Em 2006 chegou a participar do reality musical X Factor UK. Em sua música é possível notar a mistura de afropop e R&B.

Seu primeiro álbum solo é de 2013 e se chama “Once Upon a Time”. Seu trabalho mais famoso é o single “49-99” com mais de 10 milhões de visualizações e com referência a Fela Kuti. E seu trabalho mais recente é “Dangerous Love”.  

Shatta Wale

Charles Nii Armah Mensah Jr., de 34 anos, nasceu em Gana. É cantor, compositor e produtor de gêneros como afrobeat, afropop, reggae e dancehall. Possui quatro álbuns lançados, o primeiro de 2016 intitulado “After the Storm”. O cantor tem uma lista extensa de indicações a prêmios e muitos ganhos.    

Seu trabalhosolo com mais visibilidade é o sinlge “My Level” com mais de nove milhões de visualizações no YouTube. Seu trabalho mais recente é música “Miss Money”

Busiswa

Busiswa Gqulu, de 31 anos, é uma cantora, compositora e poetisa sul-africana. Começou sua carreira recitando seus poemas. Em 2011 foi a voz em “My Name Is”, música de DJ Zinhle. Seu gênero musical é o Kwaito, um gênero sul-africano que possui forte influencia do house music.

Possui dois álbuns lançados “Highly Flavoured” de 2017 e “Summer Life” de 2018. Seu trabalho solo mais acessado é o single “Bazoyenza” com mais de quatro milhões de visualizações de 2017. Se último trabalho lançado foi em 2019 o single “Weh DJ”   

Moonchild Sanelly

Sanelisiwe Twisha tem 32 anos é uma cantora, compositora e dançarina sul-africana. Sanelly temuma musicalidade que mistura o experimental eletrônico, rap e o kwaito e diz ter criado um gênero que denomina “Future ghetto punk”. A cantora possui sua própria marca de roupas a Moonchild Cultwear.

Apesar de estar no mundo da música desde 2006, só foi lançar seu primeiro EP no final de 2019. Seu EP se chama “Nudes” e possui quatro faixas. Seu trabalho mais recente é o single “Bashiri”.

Fizemos uma Playlist especial para você seguir acompanhando todos esses artistas incríveis; Confira clicando aqui!

*Nascido e criado no litoral do Estado de São Paulo. Remanescente Quilombola, Arte-educador e Jornalista em formação. Já foi colaborador em Epilogo.art, portal online sobre cultura independente brasileira. Buscando se especializar em Cultura, navega também nas águas da Arte e da Moda.

Comments