Coletivo Ação Zumbi realiza espetáculo “Amor, Negro Amor” sobre a solidão da mulher negra, em Santa Catarina

0
Coletivo Ação Zumbi realiza espetáculo “Amor, Negro Amor” sobre a solidão da mulher negra, em Santa Catarina
Espetáculo "Era uma vez no outro lado de cá da ponte" realizado pelo coletivo Ação Zumbi (Foto: Divulgação)

“Amor, Negro Amor”, um espetáculo teatral musicado realizado pelo coletivo Ação Zumbi, aborda como principal questão a solidão da mulher negra. Nele, a espectadora e o espectador são convidados a atravessar localidades e épocas distintas, conhecendo realidades de mulheres e homens negros que vivenciam diferentes formas de amor e desamor.

As questões sociais expostas são de extrema relevância e perduram até os dias atuais, como a desigualdade, o abuso de poder, o racismo, o machismo, o sexismo e a violência contra a mulher. As cenas são costuradas por músicas e danças de origem africana e revelam a importância da nossa ancestralidade diaspórica. Nessa narrativa do passado até os dias atuais, o coro ancestral é quem conduz o público como um contador de histórias através dos tempos. E a pergunta que fica é: como o amor conseguiu sobreviver a tanta e tamanha dor?

A proposta consiste no fomento da cultura afro-brasileira através da finalização e circulação do espetáculo teatral “Amor, Negro Amor”.
O espetáculo chegará em 4 cidades de Santa Catarina: Criciúma, Joinville, Blumenau e Florianópolis. Nele, os espectadores serão convidados a atravessar localidades e épocas distintas, conhecendo realidades de mulheres e homens negros que vivenciam diferentes formas de amor e desamor, a narrativa traz a cena da ancestralidade aos dias atuais, contando a histórias através do tempo.

Nesta proposta serão realizadas um total de 16 apresentações, distribuídas em duas sessões por dia, sendo duas no sábado e duas no domingo em cada cidade; onde o público estimado é de 12.448 espectadores, os ingressos terão distribuição gratuita. As apresentações deverão atender a disponibilidade de pauta nos espaços. As apresentações deverão acontecer nos seguintes teatros: Florianópolis (Teatro Ademir Rosa, CIC); Criciúma (Teatro Elias Angeloni); Blumenau (Teatro Carlos Gomes); Joinville (Teatro Juarez Machado).

Espetáculo “Era uma vez no outro lado de cá da ponte” realizado pelo coletivo Ação Zumbi (Foto: Divulgação)

O coletivo

A Associação Cultural Ação Zumbi nasceu em Florianópolis (SC) e desde 2003 dedica-se ao fomento de atividades artísticas, educativas e culturais com especial enfoque na cultura negra, sempre possuiu em seu corpo mais de 16 integrantes, artistas das mais variadas áreas (atores, músicos, cantores, cineastas, produtores, iluminadores etc.), e atualmente possuí cerca de 40 membros, ao longo desses anos o coletivo vem desenvolvendo projetos nas áreas de teatro, cinema, dança, vídeo, entre outras, que incluem na montagem de espetáculos, oficinas, organização de eventos e ações sociais.

Dentre essas ações, o coletivo tem em seu repertório espetáculos como Era uma Vez no Lado de Cá da Ponte (2004), esta peça o coletivo realizou a inauguração do Teatro Hermelinda Izabel Merize do Centro Multiuso de São José, e Ludo Real (2006); tais espetáculos circularam pelo estado de Santa Catarina e realizaram apresentações no Uruguai.

Em 2019 o Coletivo Ação Zumbi inicia a montagem da peça “Amor, Negro Amor”, realizando leitura da peça e algumas apresentações no CEART UDESC e na sala da escola de atores Aktoro, apos realização das leituras o grupo iniciou a montagem do espetáculo, que resitiu as barreiras da pandemia de Covid-19 iniciada em março de 2020; no mesmo ano o coletivo foi contemplado pela Fundação Catarinense de Cultura através da Lei emergencial Aldir Blanc com o prêmio Trajetória, tal reconhecimento possibilitou a primeira etapa de montagem da peça; mesmo diante da pandemia o coletivo seguiu realizando ensaios remotos, leituras online, preparação do elenco, pesquisa teatral para desenvolvimento e aprimoramento do espetáculo.

A questão da negritude tem se tornado cada vez mais presente e valorizada nas expressões artísticas e nos diversos contextos sociais.
No entanto, ainda há muito o que se discutir e compreender sobre a nossa ancestralidade africana.

O coletivo Ação Zumbi marca presença e traz para a cena catarinense as tradições, a história e a força da cultura africana e, sobretudo, sua influência e resistência na cultura afro-brasileira.

“Amor, negro amor” surgiu da necessidade de contar um pouco dessa história através do amor. Do ponto de vista de mulheres e
homens negros que resistiram a tanto sofrimento. A pesquisa desenvolvida pelo autor e pelos demais integrantes do espetáculo ressalta fatos históricos ocorridos pelo mundo, mas que são facilmente identificáveis ainda hoje em diversos locais onde a diáspora africana se fez presente. Há uma grande mensagem que as culturas do continente africano podem nos enviar nestes tempos tão insanos de extrema virtualidade, de progresso material e tecnológico, mas de corações despedaçados, de solidões avassaladoras, de medos insondáveis, de egoísmo cataclísmico

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display