Celso Russamano interpreta homenagem à luta antirracista como vandalismo no centro de São Paulo

0
269
Foto: FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Secretaria Municipal de Cultura faz uma ação em homenagem ao Dia da Consciência Negra. As imagens de punhos cerrados foram colocadas em semáforos, em pontos histórios à luta antirracista, como a Praça da República, da Liberdade e a Avenida Paulista. Hoje, em resposta à um tweet do músico Roger Rocha Moreira, do grupo Ultraje a Rigor, criticando à ação e a nomeando como comunista, o candidato à prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno respondeu dizendo que irá combater esse tipo de prática. 

“Lutarei para que atos de vandalismo como esse aqui não ocorram novamente e para que não fiquem impunes”, respondeu Russomanno em seu perfil no Twitter. 

A intenção da Secretaria de Cultura era de ampliar a discussão sobre a luta antirracista, além de relacioná-la a locais da cidade em que lutas ocorreram. “Os pictogramas buscam dar visibilidade e o apoio necessários para discutir eliminação das desigualdades e definitiva inserção da população negra em uma sociedade justa, sem preconceitos, sem racismo, sem discriminação e que respeite e enalteça a cultura africana e afro-brasileira”, afirma a secretaria.

Em breve, a Praça da Liberdade irá receber um memorial na área que abrigou o Cemitério dos Aflitos, que foi o primeiro cemitério público da cidade, onde eram enterrados corpos de negros escravizados entre os séculos XVIII e XIX.

Comments