“Cadê os clubes?”: homens negros se unem para pedir apoio ao ginasta Ângelo Assumpção

0
3472

O atleta Ângelo Assumpção desabafou em suas redes sociais sobre diversas situações de racismo que sofria no seu antigo clube E.C.PINHEIROS. Um dos maiores nomes da ginástica brasileira atualmente se encontra desempregado.

Relembrando os momentos mais difíceis de sua carreira no clube E.C PINHEIROS Ângelo mencionou 2015, -o ano em que conquistou ouro na Copa do Mundo de Ginástica Artística em São Paulo- mas que foi apagado por lembranças da publicação de um vídeo em que era vítima de racismo nas redes sociais, pelos seus então colegas de equipe. Ângelo era o único atleta negro da seleção

“Seu celular quebrou: a tela quando funciona é branca… quando ele estraga é de que cor? “, perguntou Nory aos risos. “Preto!”, respondeu outros atletas brancos. (…) O saquinho do supermercado é branco… e o do lixo? É preto!” No vídeo, Ângelo aparece constrangido e o caso repercutiu na internet o que levou Nory a deletar o vídeo e pedir desculpas.

Em recente entrevista ao Metropoles Assumpção falou sobre o vídeos “Toda a minha história de vida foi comparada com lixo, inferior ou algo quebrável. Isso não é fácil de lidar.” Disse Ângelo

Após 16 anos no clube, em entrevista para a UOL esportes Ângelo contou que saiu de lá em 2019 pelas portas dos fundos, segundo o atleta “Como se fosse um marginal”.

O clube alegou que Ângelo teria passado por cima dos técnicos ao levar os casos de racismo constante que sofria à diretoria.

“Desde pequeno aqui em casa eu aprendi uma lição: em qualquer atividade eu teria de ser três vezes melhor para ser reconhecido. E assim foi a minha carreira até agora. Só que há momentos em que é cansativo ter que mostrar o nosso valor a toda hora”, lamentou.

Atualmente, 11 meses após sua demissão, amigos e familiares do atleta levantam campanha para que outros clubes contratem Ângelo, que está entre os melhores ginastas do Brasil com um excelente currículo.

– Campeão da Copa do Mundo de Ginástica Artística
– 3 vezes campeão Sul-Americano
– 6 vezes campeão Brasileiro
– 6 vezes campeão Brasileiro por equipe

Campanha de apoio

Indignados com a falta de oportunidade de Ângelo, artistas, atletas e intelectuais criaram uma campanha exigindo apoio dos clubes e das marcas para o ginasta.

Juntos eles produziram o vídeo que você pode assistir abaixo.

Para aderir à campanha basta marcar atletas e clubes para trazer visibilidade ao caso e ajudar na busca por justiça.

Comments