Beyoncé quebra recorde, Blue Ivy leva prêmio, e mais: os destaques do Grammy Awards 2021

0
928
Beyoncé e Megan aceitam prêmio por Savage

Aconteceu ontem(domingo,14) a noite mais importante do mundo da música, que esse ano teve como apresentador Trevor Noah. A entrega do gramofone de ouro gera todo ano muita polêmica desde o momento dos anúncios dos indicados, até a entrega do ultimo prêmio na cerimônia. Esse ano, uma das maiores polêmicas a respeito da premiação, foi com o cantor The Weeknd que após não receber nenhuma indicação com seu álbum After Hours, proibiu sua gravadora de submeter seus próximos trabalhos para concorrer ao Grammy.

Entretanto por outro lado, tivemos Beyoncé quebrando recordes e se tornando a artista mais premiada da história do Grammy Awards, com 28 troféus na prateleira. E os Carter estão com motivo de sobra para comemorar. Como se não bastasse isso, Blue Ivy se tornou a 2º artista mais jovem a vencer um Grammy, com apenas 9 anos de idade.

Confira abaixo todos os vencedores negros da noite de ontem, que felizmente e finalmente não foram poucos.

Música do ano
“I Can’t Breathe” – H.E.R.

Revelação
Megan Thee Stallion

Melhor performance de R&B
“Black Parade” — Beyoncé

Melhor performance de rap melódico
“Lockdown” — Anderson .Paak

Melhor música de rap
“Savage” — Megan Thee Stallion Featuring Beyoncé

Melhor música de rock
Brittany Howard – “Stay High,”

Melhor canção r&b:
“Better Than I Imagine” – (Robert Glasper featuring H.E.R. and Meshell Ndegeocello)

Melhor performance de rap
“Savage” – Megan Thee Stallion featuring Beyoncé

Melhor álbum de música cristã contemporânea
“Jesus Is King” — Kanye West

Melhor álbum de jazz instrumental
Trilogy 2 – Chick Corea, Christian McBride & Brian Blade

Melhor álbum latino de jazz
“Four Questions” – Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra

Melhor clipe
“Brown Skin Girl” — Beyoncé

Disco de música global
“Twice As Tall” – Burna Boy

Melhor faixa dance
“10%” — Kaytranada Featuring Kali Uchis

Melhor álbum de dance/eletrônica
“Bubba” — Kaytranada

Melhor performance de R&B tradicional
Ledisi

Melhor álbum de R&B progressivo
“It Is What It Is” — Thundercat

Melhor álbum de R&B
“Bigger Love” — John Legend

Melhor álbum de rap
“King’s Disease” — Nas

Melhor álbum de comédia
BLACK MITZVAH -Tiffany Haddish

Melhor álbum de Reggae

GOT TO BE TOUGH -Toots & The Maytals

Melhor álbum de Blues Contemporâneo-

HAVE YOU LOST YOUR MIND YET? – Fantastic Negrito

Melhor álbum de blues tradicional

RAWER THAN RAW – Bobby Rush

Melhor álbum de gospel raíz

CELEBRATING FISK! (THE 150TH ANNIVERSARY ALBUM) – Fisk Jubilee Singers

Melhor álbum gospel
PJ Morton

Melhor canção ou performance gospel
MOVIN’ ON – Jonathan McReynolds & Mali Music; Darryl L. Howell, Jonathan Caleb McReynolds, Kortney Jamaal Pollard & Terrell Demetrius Wilson, songwriters

Lifetime Achievement Award
Grandmaster Flash & The Furious Five, Lionel Hampton, Salt-N-Peppa

Trustees Award
Kenny “Babyface” Edmonds

Music Educator Award

Jeffrey Murdock

Aproveite confira também algumas das melhores apresentações da noite:

Black Pumas, indicados ao álbum do ano, apresentaram Colors.
Cardi B, apresentou UP e Wap ao lado de Megan Thee Stallion- com direito a uma surpresa para os brasileiros
Brittany Howard foi uma das artistas que participaram do tributo para aqueles que se foram no último ano

Além dessas, outra performance extremamente marcante da noite foi a do rapper Lil Baby. Em tom de protesto, ele lembrou de George Floyd, falou sobre a violência policial e cobrou ações do governo a respeito das mortes de pessoas negras. Em seu canal no Youtube, Lil Baby mostrou o making off da apresentação e o público comentou que era como se estivessem assistindo a um making off de documentário. Confira aqui:

Comments