Além de todas as conquistas e recordes do álbum ‘RENAISSANCE’, não podemos deixar de enfatizar a dedicatória feita por Beyoncé dentro do projeto. A cantora dedicou o novo disco ao seu tio Johnny Knowles, que morreu por complicações de HIV. “Ele foi o homem gay mais fabuloso que eu já conheci, e ajudou a criar minha irmã e eu. Ele viveu sua verdade, foi corajoso e destemido numa época em que esse país não era tão receptivo”, disse Beyoncé no encarte do álbum.

Tina Knowles, mãe de Beyoncé, ao lado de Johnny Knowles. Foto: Divulgação.

A mãe de Beyoncé, Tina Knowles, também comentou sobre a importância do tio Johnny dentro da família. “Eu posso ouvi-lo agora lá do céu dizendo ‘Lucy eu te dei essa foto’. Ele sempre me chamava de Lucy depois de Lucille Ball!!“, escreveu ela nas redes. “Johnny era o ser humano mais próximo do mundo para mim, éramos inseparáveis ​​crescendo! Mais tarde, ele foi minha babá / governanta / designer / parceiro de dança / confiante e melhor amigo. Eu ria constantemente com ele e confiava nele incondicionalmente! Quando ele morreu, um pedaço de mim foi com ele. Solange e Beyoncé o adoravam. Ele me ajudou a criá-las. E influenciou seu senso de estilo e singularidade. Você vê, Johnny adorava house music! E apresentei o estilo aos meus filhos desde cedo. Ele está sorrindo do céu com o que Bey fez agora“.

Embalado com hinos empolgantes que ressoam em todos, RENAISSANCE é uma culminação de liberdade e fuga que incentiva júbilo inimaginável e movimento com abandono. A intenção singular de RENAISSANCE é mostrar música que mexe com você na alma e incentiva seus pés dançantes. É uma celebração de uma era de clube em que qualquer um que se sentia como um forasteiro se procurava e formava uma comunidade de buscadores de liberdade para se expressar criativamente através do ritmo, que ainda hoje celebramos.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments