Beleza revolucionária: A utilidade pública das vlogueiras negras

0
2414

A revolução crespa de 2015, que fez milhares de meninas negras cortarem as madeixas para se livrar da química –  rolou marchas para ostentar tanta beleza -, trouxe também muitas dúvidas de como lidar com aqueles fios naturais, porém desconhecidos.

O que funcionava para o cabelo relaxado, não funciona mais para o cabelo natural e quem fez o “BC” então, não tem nem aquele rabo de cavalo para disfarçar o contraste da textura do cabelo durante o processo de transição.

As revistas de moda e beleza escritas em grande maioria por mulheres brancas não conseguem traduzir – apesar da boa vontade – à realidade das mulheres crespas e cacheadas. E é aí que as vlogueiras de beleza negras entram em ação trazendo não só informação, mas muito carinho e dedicação a um público sedento por novidades sem abrir mão da sua identidade.

Como fazer meu cabelo crescer? Qual melhor penteado? Como hidratar sem gastar? Aquele creme do comercial funciona mesmo? Elas têm a resposta.

Selecionamos sete vlogueiras do YouTube que vale a pena conhecer.

Vlogueiras Negras

Luciana do Canal Marfim Rosa – Essa mãe e vlogueira faz seus vídeos em casa, dando a impressão que a gente é uma convidada muito especial. Com muita paciência ela divide sua experiência pessoal antes de depois do BC e dá muitas dicas legais de produtos, ensinando como usá-los para obter os melhores resultados. Só o corte de cabelo perfeito dela já diz muito sobre o canal.

 

Débora Cunha do Débora Ninja – Os tutoriais de turbantes dessa vlogueira são sensacionais. No seu canal você também vai encontrar muitas dicas de penteados, desde o com estilo vintage aos do dia-a-dia. O cabelo dela é  bem crespo e volumoso, prova de que não precisa “domar” nada para ficar bonita.  Ela também dá muitas dicas culturais, sempre pautadas na negritude.

Nátaly Neri do  Afro e Afins – Nátaly tem rostinho e voz de menina,mas ela usa seu canal de beleza para estimular suas seguidoras a amarem o que são por dentro e por fora dando inclusive toques sobre feminismo negro. “Eu detesto essa coisa de cacho definido”, são umas das frases que mostram que a vlogueira têm consciência da real natureza dos cabelos muito crespos. Por lá você também vai encontrar dicas preciosas de brechó e costura.


Naomi Generoso do The Black Cup Cake – Essa estudante de economia, que apareceu na lista das mulheres mais inspiradoras de 2015, do site feminista Think Olga, tem um rosto que parece de uma boneca. Em seus vídeos ela dá dicas preciosas para um tipo de mulher muita especial: as negras de pele escura e cabelo 4C – aquele de cachos minúsculos e mais difíceis de cuidar. Seus vídeos também abordam questões de militância e racismo.

 

Alexandra Freitas Ravelli do Soul Vaidosa – Assistir a” Xan “é como estar falando com sua melhor amiga. Um dos seus vídeos mais acessados é o que ensina as negras a fazerem maquiagem para ficar com “cara de rica”, mas têm vídeos mais densos no canal, como o que fala de como lidar com parceiros abusivos. Ela abre sua vida pessoal sem nenhum grilo e offfline palestra sobre produção de conteúdo para Internet em vários eventos.

Ana Paula Xongani do canal Ana Paula Xongani – Com um dos dreads mais lindos do YouTube a estilista que já vestiu Sheron Menezes, dá dicas de moda para quem quer trazer as cores e texturas africanas para o seu dia-a-dia. O vídeo sobre maquiagem e turbante é obrigatório.

Patrícia Avelino

De maquiagem à  resenha de cremes, Patrícia dá dicas para mulheres com cabelo crespo de forma descontraída e com muito bom humor.

 

 

Comments

Comentários