Ara Ketu lança segunda parte de álbum “em casa” com homenagem à música baiana

0
147

A banda Ara Ketu lançou, nesta sexta-feira (20), dia de celebração da Consciência Negra, a segunda parte do projeto Ara Ketu em Casa. No álbum, que tem seis faixas, os fãs vão contar com hits do grupo e homenagens ao Olodum e Timbalada que, assim como o Ara, fomentam a cultura negra no Brasil e no mundo.

Com 40 anos de história, o Ara Ketu surgiu no subúrbio ferroviário de Salvador (BA) como bloco afro. Atualmente comando pelo vocalista Dan Miranda, o Ara é presidido pela professora Vera Lacerda desde 1980. Para Dona Vera, como é carinhosamente conhecida, colocar o Ara Ketu na rua foi um desafio.

Somos negros, suburbanos e o Ara Ketu nasceu dentro de um terreiro de candomblé. Imagine como era difícil em 1980 pra gente, a sociedade que já tinha uma rejeição aos blocos afros. Muitas pessoas diziam que a gente não passaria de Plataforma, segundo bairro depois de Periperi em direção ao centro da cidade, e olhe onde o Ara Ketu chegou”, diz orgulhosamente Dona Vera.

No lançamento desta sexta-feira, a banda faz questão de levar ao público hits que marcaram a história do Ara e da música baiana através de grupos que fomentam a cultura negra. Serão quatro músicas do Ara Ketu (Avisa a Vizinha, Toma lá, dá cá, Ô meu pai e Praça da Paixão), um medley em homenagem ao Olodum (Protesto Do Olodum/Faraó Divindade do Egito) e um hit da Timbalada (Beija-Flor).

Estou empolgado por conseguir fazer essa homenagem para grupos tão marcantes em nossa história. Tenho muito orgulho de representar o Ara Ketu, de ser a voz que leva o nome desse movimento para o mundo e estou ainda mais feliz por cantar clássicos de bandas como Olodum e Timbalada. São amigos de palco, de luta. No início do ano dividimos palco com o Olodum algumas vezes e quando estamos juntos é só alegria”, contou Dan Miranda.

O álbum está disponível em todas as plataformas digitais. O projeto “em casa” foi idealizado durante a pandemia, logo após a Live do Ara Ketu. A primeira parte também está nas plataformas e conta com músicas novas e a regravação de Telegrama, do Zeca Baleiro.

Comments