A mídia negra ainda é muito preterida até por celebridades negras. Todo mundo valoriza os veículos famosos, mas ignoram os veículos feitos especialmente para comunidade negra, como se fosse uma imprensa de segunda linha.

A jornalista  afro-americana Emerald Marie relatou uma experiência emocionante ao tentar entrevistar a atriz Halle Berry durante a lançamento do filme John Wick 3, em Los Angeles, longa que Berry atua ao lado do protagonista Keanu Reeves.

Junto com um colega, Lamar, que também negro, Emerald ficou vendo vários jornalista brancos conseguirem falar com Berry. Ela ficou pacientemente segurando o microfone e esperando a sua vez, e viu o momento da imprensa acabar sem que ele pudesse ter sua chance. “Desculpa, mas o tempo acabou o filme já vai começar”, disse a Relações Públicas da atriz.

A assessora de Hally Berry fez jornalistas negros desistirem da entrevista (Foto: Reprodução Instagram)

Emerald e seu colega então começaram a sair, quando Halle Berry notou o que aconteceu e foi em direção a eles . “Ela olhou para mim e para o Lamar e disse ‘eu vou ter tempo para vocês, eu não vou fugir da minha irmã e do meu irmão’, e ela veio em nossa direção e concedeu a entrevista. Eu fiquei emocionada e com muito orgulho de ser negra”. Emerald e Lamar eram os únicos jornalista negros no tapete vermelho.

https://www.instagram.com/p/Bxhi0n3htI0/

“Eu quero encorajar homens e mulheres negras a quebrarem barreiras dentro da indústria por que nossos rostos precisam ser vistos e nossas vozes escutadas”, finaliza Emerald.

 

 

 

 

 

Comments

Comentários