Alemanha começará a devolver artefatos históricos saqueados da Nigéria no início de 2022

0
3634
Adam Eastland/Alamy

O governo alemão anunciou que artefatos preciosos saqueados durante a era colonial serão finalmente devolvidos à Nigéria. As devoluções estão previstas para iniciar em 2022. Segundo agência de notícias Reuters, o governo alemão se comprometeu em devolver os Bronzes de Benin (figuras humanas feitas de bronze, latão e marfim), roubados pelo exército britânico em 1897. Os bronzes foram posteriormente distribuídos por todo o mundo e centenas estão atualmente em museus alemães. A Nigéria busca seu retorno há décadas. 

A Alemanha está “liderando o movimento de restituição global. Outras nações europeias deveriam estar dispostas e abertas para reconhecer que todos os objetos saqueados em 1897 pertencem ao povo do Benin”, declarou por e-mail Osaisonor Godfrey Ekhator-Obogie, pesquisador do Instituto de Estudos de Benin. “Como a Alemanha, eles também deveriam iniciar ou se juntar ao diálogo para discutir o futuro desses objetos. Esta decisão foi uma trégua com as partes, não uma vitória ou o vencedor leva tudo. Vou contar aos meus filhos sobre este momento histórico”, completou. 

A Benin Bronze, pictured in Berlin, depicts a high-ranking dignitary with sword and rectangular bell accompanied by two hornblowers, brass plaque.
Uma parte do Bronze de Benin (Imagem: Adam Eastland/Alamy)

A Nigéria vem tentando resgatar seus tesouros históricos há anos e, por fim, parece estar contanto com mais boa vontade de seus antigos colonizadores. França e Holanda já tinham acenado para o início de novos processos de restituição em 2019.  

Alguns museus de países da Europa tem autonomia para agirem nesses casos, como foi o caso do Museu Nacional da Irlanda que se comprometeu em devolver os bronzes em seu acervo, mas no Reino Unido nenhum museu, por exemplo, pode agir à revelia das ordens de seu governo. 

As informações acima foram divulgadas pela agência de notícias Reuters.

Comments