Alberto Pereira Jr. é o mago do conteúdo afrourbano do Trace Trends

0
361
Alberto Pereira Jr. apresentador e roteirista do Trace Trends da Trace Brasil

A Trace Trends completou um ano com uma programação 100% dedicada à cultura negra pela Rede TV. Alberto Pereira Jr. é o nome por trás do conteúdo do programa e traz a experiência de quem trabalhou em empresas de mídia importantes como a Folha de S. Paulo academia de Filmes, Conspiração Filmes e FremantleMedia Brasil, só para citar alguns. Ele é artista social, ator e atua há seis anos no mercado audiovisual como diretor, roteirista e gerente criativo e também é apresentador do jovem canal.

Nós conversamos com ele para entender mais de onde vem a inspiração para criar conteúdo para um projeto tão especial e de brinde ele nos contou quais são seus 5 momentos preferidos na programação da Trace Trends desde seu lançamento em 20 de novembro de 2019.

Mundo Negro ( Silvia Nascimento) – O que você consome para se sentir criativo e conseguir ter referências para fazer seu trabalho na Trace?

Eu sou um apaixonado por cultura, política e novidades artísticas. Para pensar a curadoria de conteúdos da Trace, eu estou sempre ligado aos lançamentos musicais de todos os gêneros afrourbanos. Navego muito pela internet e redes sociais (Twitter, Instagram, Facebook, Tik Tok, YouTube). Leio sites, revistas e jornais nacionais e internacionais. Também troco figurinha com produtores, curadores, profissionais da comunicação, da tecnologia e do esporte. Uso minha experiência jornalística para identificar tendências e para abordar assuntos já conhecidos sob uma nova ótica. 

Por que demoramos tanto para ter um canal como esse no Brasil? Mesmo tendo existido o TV da Gente do Netinho de Paula, essa é a primeira vez que existe um programação 100% black com qualidade técnica de transmissão. 

Infelizmente, o racismo estrutural é a única explicação para que em 70 anos de TV no Brasil só agora tenhamos um canal 100% dedicado a conteúdos e pessoas negras. Somos um país com mais de 55% de negros, mas sempre fomos subrepresentados em todas as mídias, os poucos exemplos que existiram, como a TV da Gente, programas como “Manos e Minas” (TV Cultura), Yo! (MTV), “Mister Braun” (TV Globo), são exceções que confirmam a regra. O mercado publicitário e os executivos de TV sempre foram reticentes em mostrar o Brasil real na tela. Mas graças às pressões dos movimentos negros, estamos quebrando essa bolha e mostrando que somos diversos, que queremos nos ver na frente e atrás das câmeras, temos boas histórias para contar, não apenas casos de racismo.

Como está sendo a parceria com a TV Bahia e de que forma essa união pode ser vista na grade da programação da Trace?

A parceria com a TVE Bahia veio coroar esse primeiro ano da Trace no Brasil, depois do Trace Trends, na RedeTV! e da chegada do nosso canal Trace Brazuca, na TV por assinatura. A Bahia é o estado mais negro do Brasil, uma potência cultural. Poder trocar conteúdos tão relevantes com a TVE Bahia é algo incrível. De nossa parte, levamos um pouco da cultura afrourbana internacional, com destaque para: “Djouba”, uma lista com as músicas africanas contemporâneas o que estão bombando; o nosso Trace Trends, uma revista eletrônica de empoderamento social; “Mwana Afrika”, que mostra curiosidades do continente que é o berço da civilização; além de um giro pelas novidades musicais de artistas brasileiros que estão se consolidando no cenário, em “Focus”. Da TVE Bahia, exibiremos para o Brasil e para o mundo filmes e documentários especiais, shows e o programa “Soterópolis”, além de especiais sobre o maior carnaval do mundo, que é o baiano!

Os 5 momentos preferidos do Alberto no Trace Trends

20/11/2019

A estreia da primeira temporada do Trace Trends ocorreu especialmente numa quarta-feira, no Dia da Consciência Negra, apresentado por Magá Moura. Para marcar a nossa chegada no Brasil, falamos da Batekoo (festa e coletivo preto LGBTQIA+ e periférico); do estilista baiano Isaac Silva, que estava estreando na SPFW; mostramos o som e uma entrevista com Djonga, rapper mineiro que ganhou o país com suas rimas fortes e muito suíngue, e uma entrevista com Eliane Dias, no nosso quadro Poderosa, que fala sempre de uma mulher negra que é destaque em sua área de atuação.

19/5/2020

Estreia da segunda temporada. Já realizada inteiramente na quarentena e no distanciamento social. Estreia do Ad ao meu lado na apresentação, cada um da sua casa. Entrevista com Marcelo D2 e o quadro poderosa com Triscila Oliveira, escritora.

AD Junior e Alberto Pereira Jr. – Foto: Reprodução Instagram

23/06/2020

Foi um lindo programa, começando com uma entrevista inédita de Djavan no Brasil, realizada pela equipe da Trace em Paris. Também mostramos a potência dos turbantes, com a especialista Thaís Muniz.

03/11/2020

Ainda em meio a pandemia, resolvemos ir pra rua e gravar, depois de alguns meses, uma externa. O primeiro especial musical, em comemoração ao nosso aniversário de 1 ano. O convidado foi o rapper Projota. 

17/11/2020

Especial musical com Paula Lima.

Alberto e Paula Lima- Foto: Reprodução Instagram

Receber Paula Lima no programa para um bate-papo e um musical foi muito especial. A cantora possui uma das mais belas vozes da música nacional e também é bastante contundente e consciente da necessidade de agirmos enquanto seres políticos, em busca de um mundo melhor.

Comments