A importância dos rituais de autocuidado é algo ancestral

0
869
Foto: Camilla Prado

O quanto você cuida de você? Quanto do seu tempo é dedicado somente à você? Você se olha, mas se olhar mesmo, nos olhos e se enxergar? Essas são perguntas que a gente muitas vezes prefere fugir das respostas porque não achamos importante doar pra si mesmo. Mas vou te contar um segredo: se não cuidar de si, não tem como cuidar dos outros, a fonte de nutrição e de força está dentro de você.

Nossos ancestrais trilharam um longo caminho, nos prepararam pra essa terra e carregamos uma história de muita luta, dor e também de muita sabedoria. Honre aqueles que tanto fizeram por você, começando por se amar e cuidar desse corpo que te sustenta, dessa mente que te eleva, desse coração que bate e te dá novas oportunidades a cada amanhecer.

Foto: Camilla Prado

A escritora e professora Sobonfu Somé é uma grande líder do pensamento espiritual africano, nos ensina sobre a importância dos rituais para conexão com nosso espírito ancestral e o quanto isso é essencial pra encontrarmos nosso propósito e nos relacionarmos: “Todos nós precisamos de rituais, precisamos dar boas vindas à nossa alma. Acordar com rituais.
Rituais são importantes para nos dar a sensação de ser, de estar presente e ser capaz de nos conectar uns com os outros, com a terra, com todos os diferentes elementos em nossas vidas. Rituais são para a alma o que o físico, o que a comida é para os nossos corpos.”.

Foto: Camilla Prado

Te convido a dar um mergulho interior, a ter um momento de pausa e intimidade com você.

Um encontro com você, e apenas você.
Acenda um incenso, deixe uma meia luz ou uma luz de velas, ou se for pela manhã, aquela entrada da luz do sol que traz um brilho luminoso, escolha uma música, sente confortavelmente e coloque um espelho à sua frente. Pronto, se entregue ao seu momento com você… se acarinhe, sinta sua pele, se dê afeto… se olhe nos olhos e se reconheça, se perceba… quanta potência você tem. É um ser único, não tem ninguém igual a você. Repare no seu cabelo, nos seus olhos, no seu nariz, na sua boca… suas mãos… sua barriga, suas pernas… seus pés. Ele que te carrega e te conduz na travessia da vida. Se possível, prepare um banho de escalda pés com água morna e ervas como camomila, alecrim, sálvia, lavanda, também pode colocar sal grosso, hibisco e rosas. Coloque a mão no seu coração e sinta as batidas. Converse com você, se elogie e fale o quanto você se admira, se ama, se contemple. Agradeça por sem quem você. Se perdoe por todas as vezes que não respeitou o desejo do seu coração ou se colocou em situações que não merecia. Respire e inspire profundamente com o seu diafragma, sinta o seu pulmão enchendo de ar e seus músculos ao soltar o ar. Se a emoção chegar, deixe vir. O choro é cura. Ouça a sua intuição, a mensagem que o seu coração tem pra você. Te aconselho a escrevê-la para ler sempre que duvidar da potência que és.

Crie uma rotina de autocuidado e você pode introduzir mais elementos de conexão com seu interior e com sua ancestralidade. Podem ser elementos da natureza como plantas, cristais, um copo com água, um altar com seus santos e orixás. O tempo de duração do seu ritual é totalmente guiado por você e pelo seu sentimento.

Você está vivo.
Viva sua vida intensamente.
Agradeça todos os dias por ser você.
Busque uma versão melhor de si mesmo.
Estamos aqui pra ser feliz!

E não esqueça, você é um rei, uma rainha.
Se trate como tal, não aceite menos do que merece.

Comments