100 dias depois do assassinato de Kathlen Romeu, polícia ainda não apresentou laudo sobre o crime

0
100 dias depois do assassinato de Kathlen Romeu, polícia ainda não apresentou laudo sobre o crime

Nesta quinta-feira (16) se completam cem dias do assassinato da designer de interiores Kathlen Romeu, grávida de quatro meses e morta a tiros de fuzil ao visitar a família no Complexo do Lins, no Rio de Janeiro. O laudo da reconstituição do crime, feita no dia 14 de julho pela Polícia Civil, ainda não foi apresentado.

“Onde está esse laudo? Esse laudo é conclusivo. Minha filha só tinha 24 anos, ela tinha toda uma vida pela frente. Todo um caminho. Minha filha tinha saúde, mas foi abatida igual um bicho. Minha filha foi assassinada como se fosse um bandido e sem direito de se defender”, lamentou a mãe de Kathlen, Jaqueline Oliveira ao portal G1.

Eu quero justiça. Já que minha filha não teve o direito a ser mãe, eu quero o direito à Justiça. Como não tem resposta? Como não tem justiça? O mundo pode esquecer, mas eu não vou esquecer e eu não vou deixar para lá”, afirmou Jaqueline.

A Polícia Civil informou que a investigação da Delegacia de Homicídios está em andamento e que também aguarda o resultado do laudo.

Com informações do G1.

Comments

No posts to display