”We Are One: A Global Film Festival” Confira as principais atrações

0
570

Iniciado no último dia 29, o Festival de Filmes online reúne algumas produções de 35 países como Angola, Nigéria, Senegal, Jamaica, Cabo Verde e Quênia. As estreias vão até o próximo dia 7 de junho no Youtube. Selecionamos os lançamentos pretos que você não vai querer perder.

Cinema negro importa, arte negra importa, áudio visual negro importa. 

1. Air Contidioner.

O drama/musical angolano, tem 73 minutos de duração e conta com a atuação de José Kiteculo interpretando o segurança Matacedo. Quando os ares condicionados de Luanda começam a cair misteriosamente, ele embarca em uma aventura surreal ao som de Jazz para desvendar o caso. Air Conditioner, estréia dia 06, 12h45.

2. Daughters Of Chibok

O mini documentário nigeriano de 11 minutos, que já está disponível, aborda questões sociais e ativismo, ao narrar as consequências do sequestro sofrido por 276 adolescentes pelo grupo terrorista Boko Haran, em 2014 na cidade agraria de Chibok. A produção em realidade virtual explora questões globais de direitos de gênero e educação.

3. Atlantique

O Drama/romance franco senegalês de apenas 16 minutos, já está disponível na Netflix. No Festival pelo Youtube, o filme estreia dia 7 as 11h55. O filme traz a narrativa de um jovem que parte do Senegal para a Europa, deixando sua amada em seu país natal.

4. Blood River

Outra produção nigeriana para a lista. O documentário traz a história de Joseph, um ”cavalheiro do sangue”. Em meio a crise de escassez de sangue e trafego parado na maior parte do dia, ele corre para chegar aos hospitais em menos de uma hora. Sabemos que o tempo é crucial para quem precisa.

5. Kmêdeus

Dessa vez, o longa metragem é de Cabo Verde, gravado na Ilha de São Vicente onde sussurros enigmáticos rondam a cabeça do dançarino sem teto Kmêdeus, algo que podemos traduzir como ”Coma Deus”.  Na ilha, pouco se sabe sobre ele. Alguns o chamam de lunatico, outros de artista e até filosofo.

6. Crazy World

Misturando ação, comédia e aventura o representante da Uganda já esta disponível para ser assistido. O longa metragem de 65 minutos é o terceiro do estúdio Wakaliwood a ser traduzido para um lançamento internacional, seguindo ”Who Killed Captain Alex?” e ”Bad Black”, ambos premiados em diversos festivais ao redor do mundo.

7. Mabo

O longa australiano traz Jimi Bani interpretando Eddie Koiki Mabo. O filme conta a história do herói indígena que liderou o desafio da fazer a lei australiana reconhecer os direitos tradicionais da terra. Além disso, ainda mostra o romance com Bonita (Deborah Mailman) sua esposa por 30 anos e mãe de seus 10 filhos. A cine-biografia estará disponível a partir do dia 05 das 07h00.

8. Masterpiece

Quatro jovens homens negros vão a uma exposição de arte, apreciar a obra de um amigo (Simbai, interpretado por David Isiguzo). Mas quando Simbai sai da sala, eles começam um questionamento sobre o trabalho do amigo: ”Mas o que é isso?” O curta de 7 minutos vem do Reino Unido e já esta em exibição

9. My Africa

Gravado no norte do Quênia, a produção em realidade virtual mostra em 9 minutos a vida de um comunidade cujo objetivo é preservar a vida selvagem da Africa. ”My Africa” já está disponível desde o dia 29.

10. No More Wings

No drama de 11 minutos, a produção do Reino Unido narra o encontro de dois amigos de longa data em um ponto divergente de suas vidas, em um restaurante de frango frito no sul de Londres.

11. Rudeboy: The Story Of Trojan Records

A produção se passa na Jamaica e no Reino Unido, e conta em 85 minutos a história da Trojan Records, uma das mais importantes gravadoras musicais da história. Famosa no final dos anos 60 e inicio dos anos 70 por trazer uma revolução para as pistas de dança da Grã Bretanha, tendo em seu catalogo nomes como Jimmy Cliff. O longa que traz relatos inéditos já esta disponível no Youtube.

12. Tapi!

O documentário de 25 minutos que já está disponível no Youtube, narra a história de Jackson, um curandeiro queniano praticante do ritual Utapish (Tapi). Porém ele precisa lidar com os cristãos locais que não estão aceitando nada bem sua influência por ali e decidem ir ao tribunal para apagar a história de um povo.

13. Traveling While Black

A ultima produção de nossa lista foi dirigida por Ayesha Nadajara e pelo vencedor do Oscar Roger Ross Williams. O documentário em realidade virtual aborda ativismo social enquanto mergulha o espectador na longa história do movimento negro americano e na criação de espaços seguros para a nossa comunidade.

Para maiores informações ou caso queiram acessar outros filmes, basta acessar o site oficial do evento:http://www.weareoneglobalfestival.com/ou a pagina do mesmo no Youtube:https://www.youtube.com/channel/UChMc3c7Xvv6ol1Zv47Ja39A

Comments