Vice presidente da Versace é parado pela polícia por andar com sacolas da própria marca

0
61029
''Em Beverly Hills enquanto negro. Estou bem, meu espirito não''- desabafou o profissional

Salehe Bemburry, é o vice presidente da área de sapatos masculinos da marca de luxo. Em seu Instagram, ele fez o registro do momento em que foi abordado pela polícia logo após sair de uma loja da Versace em Beverly Hills.

“Então, estou em Beverly Hills agora e estou sendo parado por comprar na loja para a qual trabalho e apenas por ser negro” Bemburry diz no video enquanto tenta ser interrompido pelo policial, que quer dizer que Salehe está distorcendo as informações. As autoridades alegam que ele foi parado por estar praticando Jaywalking (andando nas ruas sem respeitar calçadas ou faixas de pedestres) e que ele concordou em ser revistado. Durante a abordagem, é possível ver que ele foi orientado a manter suas mãos no alto e se quer conseguiu pegar os documentos que estavam na sua mochila. O primeiro vídeo, gravado por ele mesmo, foi postado na sexta feira. Dias depois, ele postou a gravação da câmera do policial.

A estilista Donatella Versace compartilhou o vídeo em seu perfil dizendo: ”Estou chocada que isso tenha acontecido com Salehe Bembury hoje. Ele é parceiro da Versace faz muito tempo e o que ele viveu é totalmente inaceitável. Ele foi parado na rua só pela cor de sua pele. Força Salehe Bembury. Mandando amor e apoio”.

Outras celebridades como Jaden Smith, Ruby Rose, Indya Moore e Gigi Haddid também comentaram o caso e demonstraram apoio pelo ocorrido.

Confira os videos postados pelo designer de sapatos:

Comments