Residente em Paris, engenheiro negro brasileiro lança o primeiro livro a analisar futura Rede 6G

0
2297
Foto: reprodução/Arquivo pessoal

Paulo Sérgio Henrique Rufino, engenheiro brasileiro lança junto ao Professor Doutor Ramjee Prasad6G – A estrada para a futura rede sem fio em 2030 ”, o primeiro livro a analisar a futura Rede 6G, que tem previsão de implementação global a partir de 2030.  

Apesar do 5G ainda não estar a pleno vapor, a próxima tecnologia já está sendo pensada e desenvolvida.  Se estipula que o planejamento do serviço de novas redes leve em média 10 anos.

. A Rede 6G causará mudanças radicais em todos os aspectos da relação do homem com a tecnologia. Esse é o tema que norteia o livro escrito pelo engenheiro e doutorando brasileiro Paulo Sergio Rufino Henrique e o Professor Doutor Ramjee Prasad. 

Paulo Sérgio é engenheiro elétrico brasileiro formado pela FESP (Faculdade de Engenharia de São Paulo) e pós-graduado em rede 5G pela Universidade Brunel de Londres. Atualmente, ele é doutorando sobre a Futura Rede 6G, no Departamento CTIF Global Capsule na Universidade de Aarhus,na Dinamarca e trabalha na Spideo de Paris como Chefe de Operações e Integrações. Prasad é professor de tecnologias futuras para inovação do ecossistema empresarial na Universidade Aarhus, na Dinamarca.  

Paulo Sérgio com resultado de sua pesquisa (Imagem: acervo pessoal)

Os autores explicam, baseado em pesquisas científicas, a diferença entre as redes de celulares desenvolvidas até hoje, entre as antigas e as contemporâneas, detalhando quais intenções principais para suas funcionalidades, que vão além de simplesmente assistir a um filme no streaming sem travar. 

O 6G possibilitará a integração de cidades inteligentes, desde uma megalópole como São Paulo até um lugar menor como Ribeirão Preto ou os confins da Nova Zelândia. Para que se possa chegar ao padrão esperado de velocidade de conexão 1 TB (terabyte) por segundo e frequência na faixa dos terahertz (THz). Essa velocidade, hoje ainda impossível, possibilitará comunicações holográficas e em 3D em tempo real.  

Novas tecnologias serão criadas para distribuir o poder do 6G e países como a China já vem testando as próximas possibilidades. Outros tópicos abordados no livro de Paulo Sérgio e Prasad são as comunicações ópticas sem fio (transmissão de dados sem o uso de cabos), o rádio holográfico, além de futuras demandas que serão criadas com o surgimento de novas pesquisas do 6G.  

Em “6G – A estrada para a futura rede sem fio em 2030” os autores também abordam o conceito de ‘Sociedade 5.0’ (um modelo de organização social em que tecnologias como inteligência artificial e internet das coisas são usadas solucionar as necessidades humanas). A intenção é melhorar significativamente a vida da população. 

Ter Paulo Sergio Rufino Henrique, um engenheiro brasileiro negro como pioneiro no entendimento da nova tecnologia pode ser indício de que o 6G, de fato traga uma nova era para solucionar a qualidade de vida de diversos setores da população mundial. Até 2030 poderemos conferir

Comments