Representatividade: 20 mães e influenciadoras negras para você seguir

0
1626
Seis das vinte mães negras e influenciadoras digitais citadas na matéria

Que a representatividade importa – e muito – você já sabe. Mas e quando o assunto é MATERNIDADE? Quantas angústias poder vir a passar uma mãe? Desde a concepção, a notícia da gravidez e as reações em torno dela. Mães na adolescência, mães jovens demais, mães “velhas” demais. Mães que sofreram abusos. Mães que perderam seus bebês (desde os nascituros até os adultos). Mães solo, que fazem papel de mãe e de pai. Mães que morrem para dar vida aos seus. Mães que são dona de casa. Mães que trabalham fora de casa. Mães de leite. Mães adotivas. Mães.

E quantas angústias sofrem as mães negras? Além de todas as demais angústias, recorrem alguns medos. Medo da cria sofrer racismo. Medo de ser enquadrado pela polícia. Medo de sofrer bullying pelo tipo de cabelo. De ser chamada de babá/empregada, caso o filho tenha um tom de pele claro. A preocupação de precisar ensinar “como se comportar”, afinal, seu filho pode ser confundido com tantas coisas negativas… O cuidado com os cabelos, com a autoestima. A preocupação em elevar os sonhos de seus filhos. 

E por isso, nessa semana das mães, como uma pequena homenagem, admiramos o trabalho de algumas influnciadoras digitais que falam sobre maternidade, cuidados com os filhos e consigo mesmas. Algumas já citadas anteriormente aqui no site.

Blogueiras com quem poderá aprender, pegar dicas e partilhar do universo materno e gestação:

 Confira a lista com 20 produtoras de conteúdo negras que fala sobre maternidade:

* Mães blogueiras com menos de 10 mil seguidores:

(Para você enaltecer, seguir e ajudá-las a crescer)

 

Comments

Comentários