Racismo no metrô: britânica é presa e skinred brasileiro responde processo em liberdade

2459
2120

Dentro de um metrô lotado,  uma mulher britânica com o filho em seu colo, começa a expressar sua revolta com a presença dos negros em seu país. Ela começa a gritar suas teorias racistas despertando a revolta dos negros (e não negros) dentro do vagão. E seu filho não era a única criança do trem, outras crianças negras testemunharam a manifestação verbal de ódio racial.

O crime foi registrado em vídeo, por meio de um celular, postado no Youtube no dia 27 de novembro e visto por mais de 30 milhões de pessoas. . Resultado: a mulher foi investigada e presa.

Em fevereiro deste ano, por volta das 6 da manhã um skinhead começa uma discussão com um rapaz negro na plataforma de uma estação do metrô da cidade de São Paulo.  Em poucos minutos ele veste um soco inglês e começa a dar vários golpes na cabeça do jovem afrodescendente, deixando-o seriamente ferido.  Duas mulheres que tentaram ajudá-lo também foram agredidas . Tudo foi registrado pelas câmeras do metrô. Resultado: o rapaz foi apenas indiciado por lesão corporal grave e responde ao processo em liberdade.

Outra comparação interessante é a reação das pessoas nas duas situações. E você se você testemunha de ataque racista em lugar público. O que você faria?

Confira os dois flagrantes de racismo:

Reino Unido

httpv://www.youtube.com/watch?v=i47HoiM0Au8

Brasil

httpv://www.youtube.com/watch?v=xpjDsi5z28w&feature=related

Comments