Presidente da Fundação Palmares incentiva o ódio contra ativistas e celebridades negras

0
13428

A Fundação Cultural Palmares órgão federal vinculado ao Ministério da Cidadania , tem como presidente Sérgio Camargo, personalidade que tem ganhado cada vez mais espaço na imprensa por conta de colocações que não condizem com a sua pasta.

Recentemente uma juíza decretou que o conteúdo difamatório contra Zumbi dos Palmares, postando no site da instituição cujo nome homenageia justamente o líder do quilombo, fosse removida de toda material de comunicação da Fundação. Sérgio disse que se sentiu censurado e vai recorrer.

A Fundação tem como comprometimento “o combate ao racismo, a promoção da igualdade, a valorização, difusão e preservação da cultura negra”. No entanto o que se vê nas postagens de Sérgio em sua conta no Twitter é quase uma obsessão em difamar , ofender e atacar o movimento negro  e nomes negros com notoriedade em diversas áreas.

Sobrou até para a jornalista Maju Coutinho: “Minha ‘representatividade’ deriva da educação que recebi da minha falecida mãe, não de uma jornalista medíocre como Maju Coutinho, promovida em razão da melanina e da lacração, não pelo mérito como profissional.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://twitter.com/dk_sgt7/status/1267510922572070917?s=21

Para ele a cantora Ludmila é apenas uma artista que faz apologia ao consumo de maconha.

Sérgio tem com uma das suas principais missões acabar com o feriado do dia da Consciência Negra

“Não relativizo a importância do ‘Dia da Consciência Negra’. O que defendo é sua REVOGAÇÃO em todos Estados e municípios em que é celebrado! Consciência existe somente uma. A Consciência Humana!”.

E não se dando por satisfeito em diminuir tudo o que a comunidade negra organiza, ele ataca também, o movimento “vidas negras importam”, ameaçando bloquear quem fizer menção do lema no seu perfil.

Ele não ajuda a comunidade negra com seu conteúdo nas redes sociais, mas com certeza agrada quem busca material para ser racista.

 

 

Comments

Artigo anteriorTikTok promove criadores negros
Próximo artigoO preto que vai além do Black Out
Silvia Nascimento é jornalista e diretora de conteúdo do site Mundo Negro, curadora digital e produtora de conteúdo especializada em questões étnicas. Pisciana contestadora ela é consciente do seu propósito e exerce sua liberdade por meio da escrita. Ah, ela ainda realizou o primeiro curso dedicado apenas black creators no Youtube. Contato: silvia@mundonegro.inf.br