Kiko Mascarenhas e Lázaro Ramos produzem peça sobre homoafetividade com elenco 100% negro

0
66

Até os dias de hoje a homossexualidade é crime, punível com prisão em Uganda! Em 2010 um jornal ugandense, chamado “The Rolling Stone”, publicou uma lista com 100 nomes de homossexuais e incitou seus leitores a enforcar os mencionados. Baseando-se neste episódio, e em outros com o mesmo teor homofóbico, o roteirista britânico Chris Urch deu vida a peça “O Jornal – The Rolling Stone”.

Lázaro Ramos e Kiko Mascarenhas

A montagem que estreou em 2015, em Londres, agora aterrissa no Teatro Poeira, no Rio de Janeiro. No Brasil Kiko Mascarenhas e Lázaro Ramos são os produtores da peça, além de ocuparem a direção e codireção, respectivamente. O elenco é formado pelos atores: André Luiz Miranda (Joe), Danilo Ferreira (Dembe), Heloísa Jorge (Mama), Indira Nascimento (Wummie), Marcella Gobatti (Naome) e Marcos Guian (Sam).

A peça conta a história de um amor proibido que acaba por afetar a vida de todos ao redor. Após a morte do pai, três irmãos – Joe, Dembe e Wummie – precisam reconstruir suas vidas.

Joe se prepara para ser reverendo enquanto Dembe e Wummie estudam para progredir diante da desigualdade. Dembe conhece Sam e eles se apaixonam. Condenados pela lei, pela sociedade e pela religião, eles terão de optar entre se separar ou arriscar a própria vida para viver esse amor.

Danilo Ferreira (Dembe) e Marcos Guian (Sam)

“O Jornal – The Rolling Stone” está em cartaz desde o dia 3 de novembro de 2017 e vai até o dia 25 de fevereiro de 2018 – de quinta a sábado, às 21h, e domingo às 19h, exceto feriados de Natal, ano novo e carnaval. No Teatro Poeira – Rua São João Batista, 104, Botafogo, Rio de Janeiro (RJ). Ingressos R$80 inteira e R$40 meia, à venda na bilheteria do teatro ou pelo site www.tudus.com.br.

Comments

comments