Nutricionista dá dicas de como aproveitar melhor o verão e cuidar da dieta

0
1691
Foto: Lucas Sá

O verão chegou com tudo no Brasil e com ele, o desejo de se manter saudável para aproveitar o clima da melhor forma, não só cuidando do corpo, mas também, da alimentação. O nutricionista carioca, Lucas Nonato, conversou conosco e deu algumas dicas para quem quer curtir os 40° daquele jeito!

Além de beber dois ou três litros de água por dia para evitar a desidratação, um dos requisitos da alimentação ideal, de acordo com Lucas, é ter como base os alimentos in natura ou os minimamente processados. Quem não tem acompanhamento nutricional, deve se preocupar em comer alimentos leves, como frutas, verduras e legumes ricos em água, a exemplo do alface, chuchu, pepino, rabanete, nabo, tomate, couve-flor, melancia, melão, abacaxi, maçã, cenoura, banana, goiaba entre outros.

Outra dica dada pelo nutricionista é comer salada antes da refeição. O motivo? A salada prepara o sistema digestivo porque é rica em fibras demora um pouco mais a ser mastigada. Comer salada antes do almoço equilibra o funcionamento do intestino e melhora a absorção de vitaminas e outros nutrientes, além de melhorar o controle de glicose no sangue.

A salada também acelera a produção do suco gástrico, o que facilita a digestão dos próximos alimentos mais complexos que irão ser consumidos. Além disso, diminui o consumo de calorias por causa da ingestão elevada de fibras, a saciedade diminui e, consequentemente, os alimentos mais calóricos que virão em seguida diminuirão a quantidade”, explica.

Foto: Lucas Sá

  • Quais os fatores que o nutricionista leva em conta ao elaborar uma dieta para alguém?
    Anamnese nutricional de forma completa, o principal pois é onde se descobre e desvenda 90% do caso, e a avaliação física, fatores de atividade, e claro toda a conversa com o paciente. Cada ponto é importante na prescrição para você saber como irá agir e qual estratégia tomar.
  • Como a má alimentação afeta o organismo?
    Afeta de forma com que o nosso organismo fique suscetível a desenvolver diversas patologias. É extremamente necessário ter uma alimentação equilibrada por conta do funcionamento do nosso organismo, ele necessita estar bem nutrido para não se submeter a desenvolver essas patologias.
  • Qual é a principal função do nutricionista?
    O nutricionista tem o papel de lidar com o diagnóstico nutricional envolvendo a prescrição de dieta de acordo com a personalidade e necessidade de cada paciente, englobando todos os fatores e características do indivíduo, avaliando sua saúde e envolvendo a alimentação. Costumo dizer que vai um pouco além disso, a nutrição, para mim, é uma maneira de colocar a pessoa em um caminho mais saudável ou ideal para ela, de acordo com a avaliação. Indo um pouco além de estar só prescrevendo um plano alimentar, prefiro lidar com o ser humano, entender e buscar a causa das coisas, sempre lidar com confiança. Então, de certa forma, o trabalho flui melhor e acho que preciso ter essa sensibilidade na minha profissão.
  • Quais dicas você dá para quem quer aproveitar melhor o verão e cuidando da dieta?
    Tenha uma alimentação equilibrada, explore a variedade dos alimentos in natura, faça exercícios físicos, se hidrate. E tenha um senso crítico em relação as publicidades alimentares, busque um nutricionista e tenha uma opinião profissional sobre determinadas tendências alimentares. Dieta é com comida de verdade!
Foto: Lucas Sá

Lucas, que além de nutricionista também é atleta de jiu jitsu, chegou a cursar Educação Física no mesmo período da graduação de nutrição, mas não concluiu. Como homem preto e periférico, residente na região de Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro, acredita estar contrariando as estatísticas e que seu papel é importantíssimo para empoderar outros pretos, além de servir como referência para os que buscam a realização dos próprios objetivos, mesmo diante das dificuldades.

Vivemos em um País que ainda tem muito racismo, sempre irão dizer que não e quem diz é geralmente quem não sofre. Olhem as estatísticas e vejam a quantidade de negros em situações ideais, infelizmente, a situação contrária é bem maior e isso tem que mudar, está mudando. Nas ruas, você nota quando olham diferente para um rapaz negro vestindo adidas e quando olham pra um rapaz branco vestindo adidas. Vão dizer que a culpa é da marca? Não. Isso mexe com a nossa autoestima, por isso que para mim é importante exercer minha profissão de forma correta, estar bem comigo mesmo, me cuidar e ser feliz, independente de qualquer coisa, para que mais negros vejam, se empoderem e consigam ultrapassar essas “prisões e adversidades” que, infelizmente nos acompanham. Somos gigantes e agora é a hora”, finaliza.

Comments

Comentários