Movimento Black Money dá cinco dicas para pessoas pretas que querem investir

0
301

A quantidade de pessoas pretas investindo seu dinheiro e abrindo o próprio negócio é cada vez maior (felizmente). Pensando nisso, o Movimento Black Money preparou algumas dicas para quem está pensando em iniciar a jornada como investidor e assim diminuir os riscos que a empreitada costuma envolver.

Imagem: : Gustavo Fring/Pexels

1. Coloque ordem em suas finanças

O ponto de partida da jornada de um investidor é assumir o controle das suas finanças. Isso inclui não apenas saber o quanto se ganha e o quanto se gasta, mas também o como o dinheiro tem sido utilizado. Colocando as contas na ponta do lápis, fica mais fácil encontrar os gastos desnecessários, que podem ser reduzidos ou até mesmo eliminados. Além de conhecer melhor a sua rotina financeira, essa organização ajuda a manter a disciplina que será exigida na gestão dos investimentos. 

2. Use o Fundo De Emergências somente para emergências

Uma das regras básicas de todo investidor é ter uma reserva de emergência. Ela é o porto seguro das finanças, o refúgio para quando algo inesperado acontece. É fundamental que ela conte com um montante suficiente para sustentar seus gastos habituais por um período mínimo de 6 a 12 meses, caso perca sua fonte de renda de forma repentina. 

Apesar de ele precisar estar disponível para ser resgatado a qualquer momento, é essencial que ele seja o último recurso. Apenas casos extremos, como a perda de um emprego, ou a necessidade de uma reforma urgente na casa são elegíveis, e sempre que for utilizado, o valor deve ser reposto o quanto antes. 

Google for Startups investe em 8 startups de fundadores ou líderes negros
Imagem: Google for Startups

3. Entenda o investimento como prioridade

Ao começar a investir, é importante compreender que o investimento é uma das prioridades da sua nova vida. Isso significa que não se deve aplicar o que sobra no fim do mês, mas sim, gastar o que sobra depois de aplicar e pagar as contas. Parece simples, mas é essencial que essa ordem seja estabelecida na sua mente, pois é ela que garante que seus planos não sejam sabotados por você mesmo. 

4. Tenha paciência para começar a investir

Você já deve ter ouvido aquele ditado que diz que a pressa é inimiga da perfeição. Bom, no mundo dos investimentos, a pressa pode se transformar em prejuízo financeiro e ninguém quer perder dinheiro, não é mesmo?

Os investimentos se sustentam em um tripé formado pelo tempo, rendimento e risco. Os três elementos estão sempre em equilíbrio e qualquer oferta que tire essa estabilidade tem grandes chances de ser uma cilada. Então, saiba que se você tem pressa, ou vai ter que assumir mais riscos ou vai perder em rendimentos. O melhor é sempre agir com calma e tranquilidade.

5. Não coloque todo o seu dinheiro em um lugar só

A diversificação da carteira de investimentos é outra premissa fundamental de um bom investidor. Por mais vantajoso que seja um investimento, ele não deve concentrar todo o seu dinheiro. Afinal, nunca se sabe o que pode acontecer de um dia para o outro, principalmente no mercado de capitais, e isso pode afetar os títulos tanto de forma positiva quanto negativa. 

Ao variar nos tipos de investimento, você aproveita melhor cada um deles e evita grandes perdas caso algo aconteça. É uma forma de se resguardar e, ao mesmo tempo, de obter melhores rendimentos. 

Como você pôde ver, os cuidados que devem ser tomados por quem deseja começar a investir são simples, mas muito importantes. Cada um deles vai te ajudar a alcançar seus objetivos de forma mais rápida e com menos riscos. Então, pense bastante em cada dica e boa sorte!

Comments