Modelo Luciana Vilaça é chamada de “suja” e sofre racismo em concurso de make

0
727
Foto: reprodução instagram.

O racismo é algo recorrente em nosso país. Diariamente, ficamos cientes das situações que ocorrem, independente da condição social. Esta semana, por meio das redes sociais, a modelo carioca, Luciana Vilaça, mostrou indignação após ser vítima de racismo.

A descoberta se deu através de um amigo maquiador da modelo que, em conversa com um colega de trabalho, fez prints para comprovar a situação o racismo praticado por ele. O racista pediu que Luciana não fosse usada como modelo no concurso porque, segundo ele, “a maquiagem colorida não fica boa na tonalidade de pele dela“.

Irritado, Leonardo responde “negro não pode usar make colorida porque não sobrevive. Pelo amor de Deus, vai lavar uma louça“. O racista completa: “lave o corpo de suas modelos sujas, quem sabe elas não ficam mais claras“.

Segundo a Luciana, o maquiador teria pedido aos próprios seguidores votassem na concorrente, dessa forma ela e Leonardo perderiam. Mesmo com as ofensas, ela decidiu expor nas redes sociais.

Comments

Comentários