Mc Carol, Spartakus e Nátaly Neri estão entre os criadores selecionados no Fundo Vozes Negras do YouTube

0
341

O Fundo Vozes Negras do YouTube anunciou nesta semana os 132 criadores e artistas que fazem parte da primeira turma global a receber recursos para a produção de conteúdo em seus canais. Os selecionados são do Brasil, África do Sul, Austrália, Estados Unidos, Nigéria, Quênia, e Reino Unido e, entre eles, há músicos, empresários de beleza, comediantes, ativistas, poetas, treinadores, professores, pais e fotógrafos.

A lista dos 35 brasileiros contemplados inclui nomes como Ana Paula Xongani, Dois por Cento TV, Spartakus, Gabi Oliveira, Nátaly Neri, Profa Rafaela Lima e 10ocupados, além dos artistas Mc Carol, Péricles, Urias e Rael.

Nosso objetivo é apresentar narrativas inovadoras que enfatizem o poder intelectual, autenticidade, dignidade e alegria das vozes negras, bem como educar o público sobre a justiça racial. Esse anúncio é apenas o começo. Mal podemos esperar para assistir cada vez mais as estrelas dessa turma, enquanto elas continuam suas jornadas como criadores, compartilhando suas histórias e músicas. Em breve vamos convidar mais criadores e artistas para se juntarem ao Fundo Vozes Negras do #YouTubeBlack“, diz Bibiana Leite, diretora de desenvolvimento de parcerias de conteúdo no YouTube e líder do programa #YouTubeBlack no Brasil.

Anunciada em 7 de outubro de 2020, a iniciativa representa um compromisso global do YouTube para elevar e incentivar criadores e artistas negros na plataforma, bem como a produção e aquisição de novos programas do YouTube Originals com foco em justiça racial e na experiência negra. Ao todo serão 100 milhões de dólares dedicados a amplificar e desenvolver vozes e histórias negras.

Como funciona

Nos próximos meses, o YouTube trabalhará em estreita colaboração com os criadores para ajudá-los a prosperar na plataforma. Isso incluirá suporte dedicado do YouTube e um valor de financiamento para investir na estrutura do canal. Para esta primeira turma, o YouTube convidou a se inscreverem criadores que já haviam participado de algum evento do YouTube Black. As inscrições serão amplamente abertas a partir da próxima turma.

Os selecionados também participarão de programas de networking e treinamentos personalizados da Incubadora de Criadores do YouTube, uma experiência imersiva de três semanas que conta com workshops virtuais para ajudar em produções e na administração do negócio.

O YouTube assumiu o compromisso de manter o fundo ativo por pelo menos três anos, com expectativa de investimento em mais de 500 criadores no mundo todo. Nos próximos meses serão abertas as inscrições para a turma de 2022.

Comments