Griot no meu bairro: tradição africana nas ruas do RJ

0
1122

O projeto “Um Griot no meu bairro”, utiliza referências do estudo da história das muitas etnias que formaram o povo carioca, o GRIOT Macedo faz uma ponte entre passado e presente através de cotação de Histórias que une música, teatro, bonecos e outros elementos cênicos. A riqueza de culturas, sob o ponto de vista de cada bairro. Fortalecendo a autoestima de cada um, na medida em que se reconhecem e identificam quais são os atores sociais de relevância para a construção e vivência dos bairros cariocas.

Na tradição africana, são os Griots, que transmitem a história de um povo ao longo dos tempos.

O projeto atinge diversas regiões, passeia pelo circuito de Lonas Culturais e Arenas Cariocas. A cada apresentação um olhar específico para as especificidades de cada bairro, reforçando as diversas identidades e territorialidades, tão importantes para o entendimento do nosso hibridismo cultural.

Como cada bairro revela uma curiosidade, Macedo vai de encontro a casos interessantes. Em Pavuna, o griot abre o projeto e irá transcorrer e contar que é o lugar mais antigo que a própria cidade do Rio de Janeiro, inspira a modernidade da música popular.

“O Projeto lança mão dessa oralidade ancestral para propiciar uma viagem no tempo e na história do logradouro envolvendo o espectador em uma atmosfera de encantamento, curiosidade, música e reflexão em torno da história do “lugar que a gente vive”, afirma Macedo Griot, mentor do projeto.

 

O projeto já aconteceu em alguns bairros, confiram os próximos:

Dia: 7 de abril (quinta)
Lona Terra
Apresentação às 14h
Endereço: Praça Edson Guimarães s/nº – Guadalupe
Tels: 3018 4203 / 3287 0921
Capacidade: 320 lugares

Dia 14 de abril (quinta)
Arena Carioca Abelardo Barbosa
Apresentação às 14h
Endereço: Rua Soldado Elizeu Hipólito s/nº – Pedra de Guaratiba
Tel: 3404 7980
Capacidade: 320 lugares

Dia 28 de abril (quinta)
Lona Sandra de Sá
Apresentação às 14h30
Endereço: Praça do Lote, 219 – Santa Cruz
Tel: 3395 1630
Capacidade: 320 lugares

Dia 5 de maio (quinta)
Centro Cultural Professor Dyla Sylvia de Sá
Apresentação às 14h
Endereço: Rua Barão, 1180 – Praça Seca
Tel: 3833 4769
Capacidade: 250 lugares

Dia 19 de maio (quinta)
Arena Dicró
Apresentação às 15h
Endereço: R. Flora Lôbo – Penha Circular
Telefone: 3486 7643
Capacidade: 320 lugares
Duração de 1h
Faixa Etária: livre
Valor simbólico, por R$ 1,00
Faixa Etária: livre
Foto de Danilo Sérgio

Comments

Comentários