Fundadora da Feira-Preta, Adriana Barbosa é homenageada pela Turma da Mônica

0
4382

Adriana Barbosa é um patrimônio da cultura brasileira. Por meio da Feira-Preta, maior evento negro da América-Latina, a empresária conseguiu mostrar a força, o talento diverso, a arte da comunidade negra e ainda fortalecer a relevância econômica dos negros enquanto consumidores. Não por acaso, ela recebeu uma homenagem da Turma da Mônica por conta do Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, 25 de Julho, sendo representada pela personagem Milena. Barbosa agora faz parte do hall do projeto Donas da Rua da História. 

 

A empresária é formada em Gestão de Negócios, é vencedora da categoria Empreendedorismo e Negócios do Prêmio CLAUDIA 2019, do Troféu Grão do Prêmio Empreendedor Social promovido pela Folha de S. Paulo, do Prêmio Estado de São Paulo para as Artes, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, na categoria cultura urbana, e, ainda, é parte do time de fellows de líderes globais da Fundação Ford. 

A linda homenagem faz parte do projeto MSP parceiro da plataforma da ONU Mulheres e do Pacto Global tem como objetivo resgatar a trajetória de mulheres que marcaram a humanidade com suas ações.

Para Mônica Sousa, diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções, é uma honra poder somar o nome de Adriana ao projeto. “É extremamente gratificante poder homenagear a criadora de uma plataforma tão importante para o empreendedorismo e para o movimento negro no Brasil. Trazer mais visibilidade a mulheres  notáveis para que sejam exemplo e incentivem outras mulheres é nosso papel não apenas como empresa, mas como cidadãos”, pontua. 



O projeto Donas da Rua e outras Donas da Rua da História podem ser conferidos no site:turmadamonica.uol.com.br/donasdarua/ddr-da-historia.php

Comments