Fayda Belo é alvo de ataques racistas e misóginos durante seminário on-line

0
Fayda Belo é alvo de ataques racistas e misóginos durante seminário on-line
Foto: Arquivo pessoal

A advogada criminal Fayda Belo palestrava em um seminário on-line de música negra no último sábado (28) realizado pelo sambista Tunico da Vila, filho de Martinho da Vila, quando um grupo racista interrompeu para ofendê-la com diversas falas racistas, misóginas e até usaram sons de macaco.

Fayda abriu o boletim de ocorrência nesta terça-feira (31), na delegacia de Cachoeiro de Itapemirim (PE) e agora a Polícia Civil investiga o caso e tenta identificar os criminosos, que invadiram a sala virtual com perfis anônimos. Mesmo sendo banidos, eles voltaram para continuar com os xingamentos contra a advogada.

A advogada precisou encerrar a palestra e a organização do seminário tirou prints dos xingamentos enviados, com frases como “passaram carvão nela” e “reunião de zoológico?”.

Em entrevista a TV Gazeta, filial da Globo, a advogada que atua diariamente com casos de racismo, falou sobre o ocorrido. “Falaram que nós pretos somos imundos. Após isso houve ainda um ataque a mim, enquanto mulher, extremamente baixo e machista, que não posso nem redizer aqui. A ousadia e a certeza de que não vão ser encontrados, de que isso vai ficar impune”.

“Racista tem que responder processo. É um crime muito bárbaro, que tenta colocar a gente, enquanto pessoas pretas, como coisas, como indivíduos, que não somos iguais aos brancos. Temos direitos de estar aqui. Temos uma lei máxima que diz que somos todos iguais. E se alguém diz o oposto, tem que virar réu por isso”, completa.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display