“Favela venceu”: Ganhador da primeira noite do Masterchef, Hailton diz que “vai lutar pelo povo preto”

0
1168

Na noite de terça-feira (14) a TV Band estreou a 7ª temporada do Masterchef Brasil e virou um dos assuntos mais comentados no Twitter tendo como ‘campeão da noite’ o chef paulistano Hailton.

Negro e crescido na periferia da Brasilândia, na zona norte de São Paulo, Hailton fez da vitória sua homenagem ao filho e também disse que vai continuar lutando e representando o povo preto. “Minha mãe fazia muito fígado quando meu pai morreu e a grana faltou. Agora, vou deixar o troféu exposto na minha sala para mostrar pro Otto que ele é negro e nasceu na periferia, mas pode sonhar e conquistar o que quiser.

https://www.instagram.com/p/CCpgiCfg9MY/?igshid=qsjsonkf12dr

O episódio começou com a temida Caixa Misteriosa, que deu início à disputa em novo formato no estilo tudo ou nada -agora são oito participantes e um vencedor por programa. Diferente do habitual, na caixa havia um tablet com mensagens dos artistas; Ivete Sangalo, Fernando e Sorocaba, Thiaguinho e Tirulipa.

Cada famoso escolheu seu prato favorito, e os cozinheiros puderam escolher qual deles executariam. Ivete pediu um clássico prato baiano chamado caruru, Thiaguinho propôs uma receita tradicional de feijoada, a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba sugeriu uma galinhada e o humorista Tirulipa um prato de estrogonofe de bode.

Na primeira prova, quem acabou levando a melhor foi a participante Cilene. Já na segunda etapa, os cozinheiros sobreviventes, Cecília, Claudia, Hailton, Jéssica, Saulo e Cilene, tiveram que criar receitas criativas e saborosas com ingredientes de uma cesta básica apenas. No final, Paola Carosella se emocionou ao consagrar Hailton primeiro campeão do Masterchef 7. Ele preparou um prato de isca de fígado acebolada com arroz branco e salada de repolho.

Hailton levou o prêmio de R$ 5 mil e uma bolsa de estudos na faculdade Estácio. Entre as novidades no prêmio, em todo episódio alguma instituição receberá uma doação na mesma quantia. A escolhida desta terça foi a Unicef.

Comments