Estudo aponta que 53% das garotas negras de 5 anos já foram discriminadas pelo seu cabelo

0
Estudo aponta que 53% das garotas negras de 5 anos já foram discriminadas pelo seu cabelo
Imagem: FreePik

Que o ambiente escolar pode não ser nada acolhedor para crianças e adolescentes negras, isso nós já sabemos. Viver em uma sociedade racista, faz com que crianças brancas reproduzam discursos e pensamentos dos pais, parentes e etc, proporcionando vivências nem um pouco agradáveis aos nossos pequenos. Mas como será os números disso?

Um estudo da organização comunitária ”The Crown Act”, em parceria com a Dove, apontou que a discriminação com o cabelo afro, é vivido a partir dos 5 anos de idade para 53% das meninas negras. E para as meninas entre 5 e 10 anos, que estudam em escola majoritariamente branca, onde ficam mais vulneráveis, esse número chega a 100%.

Infelizmente, os números não melhoram conforme elas ficam mais velhas. Na verdade, ele piora. 86% das jovens negras (na pesquisa, consideradas entre 12 e 18 anos), que viveram alguma situação de discriminação, foi por causa do cabelo. Toda essa situação causa um trauma muito grande, e faz com que as alunas faltem na aula. Em média, uma adolescente negra falta na aula uma semana por ano devido a questões de baixo autoestima, devido ao bullying e racismo que enfrentam.

Isso, fez com que 81% das garotas negras matriculadas em escolas de maioria branca, desejassem que seus cabelos fossem lisos. Estarem expostas a essas situações, muda o jeito com que elas se enxergam. Como sabemos, isso não é algo novo. 47% das mães negras ouvidas, já vivenciaram situações parecidas também.

A Campanha visa tornar crime a atitude racista, e conscientizar as próximas gerações sobre um futuro melhor, pois ninguém deve ter sua vida ou educação prejudicada devido ao preconceito.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display