ENEM 2020: Justiça mantém realização das provas em meio ao crescimento de casos de covid-19

0
ENEM 2020: Justiça mantém realização das provas em meio ao crescimento de casos de covid-19
Foto: Reprodução/Instagram

A justiça negou o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), as aplicações do exame acontecerão nos próximos domingos (17) e (24) e segundo relatos dos aplicadores em reportagem do Estadão, os planos de ocupação excedem o limite de 30 pessoas por sala.

Nas últimas semanas rolou a mobilização #Adiaenem nas redes sociais, estudantes, influenciadores e artistas pediram as autoridades o adiamento das provas devido ao crescimento de casos de pessoas infectadas com o covid-19. 

A mobilização foi ignorada pelas autoridades e a aplicação do exame será realizado presencialmente e virtualmente. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), instituto responsável pelo Enem, as regras para evitar a contaminação serão seguidas, sendo elas: redução do número de candidatos por sala, grande espaçamento entre as carteiras, disponibilização de álcool gel nos locais de prova e salas separadas para grupos de risco.

De acordo com o comunicado da justiça, se uma cidade tiver grandes riscos de contágio, as autoridades locais podem impedir a realização da prova. Se isso ocorrer em alguma cidade, o Inep, deverá reaplicar o exame. Na última quinta-feira, (13) a Justiça Federal impediu a aplicação da prova no Amazonas por conta do crescimento de infecções e mortes no Estado.

As provas tinham originalmente suas datas para os primeiros 2 domingos de novembro de 2020, mas pelo estado de calamidade pública decretado pelo governo devido ao covid-19, as aplicações foram adiadas para janeiro de 2021.

Mas, muitos jovens ainda temem pela sua saúde e pedem o adiamento das provas, já que ainda com as medidas de segurança o risco de contágio nas salas de aula é grande.

2020 foi um ano problemático por diversos fatores, a pandemia agravou a situação de desigualdade social e muitos jovens negros, pobres e periféricos não conseguiram obter os recursos necessários para se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio.

A realização das provas em meio a situação atual do país é um grande problema, uma vez que se trata de um exame que definirá o futuro de 5,7 milhões de estudantes sendo 3,44 milhões, pessoas autodeclaradas negras e pardas.

#adiaenem #enem2020 #covid-19

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display