A cantora Linn da Quebrada, atual participante do BBB 22, foi vítima de transfobia ao ser classificada como “troço” durante podcast da Tarja Preta FM. Os apresentadores Robert Kifer, Arthur Petry, Bianca e Kaio D’Elaqua debocharam e fizeram pouco caso da utilização do pronome pessoal envolvendo Linn. “Eu acho que tem que começar a chamar travesti de troço, que aí ninguém vai reclamar”, disparou aos risos a apresentadora Bianca. “Como que alguém se ofende [com isso]? Se você me chamasse de ele, eu só ia falar assim ‘não, não sou ele”, complementou.

No registro completo, os apresentadores ainda debocharam e fizeram piada da tatuagem de Linn com o pronome ‘ela’. “E aquele troço [Linn] lá ainda tem o ‘ela’ tatuado na cara. Acho que deveria ser ainda mais centralizado no rosto porque mesmo assim alguém ainda errou”, dispara um dos apresentadores do podcast. Abaixo, você confere o trecho da conversa.


Em outro momento, um apresentadores diz que não tem obrigação de saber como se referir a ninguém. “Daí eles me dizem: ‘Ai, você como homem hétero, branco e cis me ofende’. Me poupe, vai tomar no teu cu”, afirma ele. Sob fortes críticas na internet, a página da Tarja Preta FM removeu sua conta do Instagram, juntamente com os apresentadores Arthur Petry e Bianca. Em comunicado ao colunista Léo Dias, a assessoria de imprensa de Linn informou medidas cabíveis estão sendo estudadas.

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments