Os rappers Drake e 21 Savage foram processados pela Condé Nast, editora da revista Vogue, por usar o nome da Vogue sem permissão na divulgação da capa falsa para promover o novo álbum “Her Loss”.

No dia 30 de outubro, Drake compartilhou uma imagem com falsas representações de que eles estariam na próxima capa da revista. Na legenda, ele chegou a marcar o veículo e agradeceu com o “amor e apoio” de Anna Wintour, editora da edição norte-americana.

A Condé Nast afirma que a campanha promocional dos músicos foi construída “inteiramente” sem autorização das marcas registradas da Vogue.

“Tudo isso é falso. E nada disso foi autorizado pela Condé Nast”, segundo a queixa apresentada na segunda-feira, 7, no tribunal federal de Manhattan. A empresa estaria pedindo 4 milhões de dólares (cerca de R$ 20,6 milhões) pelos danos.

Segundo a editora, os músicos também criaram uma edição falsificada da revista que foi distribuída nas principais áreas metropolitanas dos Estados Unidos e gerou uma confusão entre o público. Larry Stein,  advogado de defesa, não se pronunciou sobre o caso.

O álbum ’Her Loss’ foi lançado na semana passada, 4 de novembro, como uma parceria entre os dois rappers. 

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments