Fruto de uma família de classe média negra que valorizou a educação dos filhos, o dentista Dr. Otávio Ribeiro se encontra em uma excelente fase profissional. Ele é sócio de uma clínica de odontologia na Zona Sul da cidade de São Paulo, mas isso nunca impediu que ele tivesse um olhar racial durante sua trajetória.

“Durante a faculdade (Universidade de Santo Amaro) fiz muitos amigos, que tenho amizade até hoje, sempre fui muito querido e respeitado por meus colegas e professores. Na minha turma iniciamos o curso com 100 alunos no matutino e 100 no vespertino, aproximadamente, 5% eram negros, um número muito pequeno”, detalha Ribeiro.

Hoje em sua bela clínica na Vila Clementino, o dentista gostaria de atender mais pacientes negros.

“Fiz um levantamento referente ao ano de 2018 e conclui que somente 15% dos meus pacientes são negros, creio que isso acontece por vários motivos, o primeiro é o fator econômico, a população negra ainda não atingiu uma posição econômica favorável na qual consiga ter acesso à tratamentos de ponta”, reflete o dentista.

O segundo fator que ele levanta, vem da estrutura social brasileira que faz com que negros ainda sejam a minoria dos rostos em profissões clássicas.

“Outro fator que eu acredito que possa ocorrer é que alguns pacientes negros não confiam em profissionais negros que exercem cargos como médicos e dentistas, por não conhecerem muitos profissionais nessa área”,  pondera Ribeiro.

Dr Otávio em sua clínica (Foto Arquivo pessoal)

Otávio que é irmão da jornalista Joyce Ribeiro da TV Cultura, e tem outro irmão formado em Relações Internacionais Luis Gustavo Ribeiro, conta exemplos que reforçam sua ideia sobre essa insegurança em relação aos profissionais negros:

“Uma paciente  que realizei um tratamento longo, após criarmos uma amizade, me relatou  que no começo estava meio insegura em fazer o tratamento comigo pois pensava ‘O que esse negão vai fazer’, as palavras dela me deixaram espantado, levamos na brincadeira mas foi uma história que me marcou muito”, relembra Ribeiro.

Outro caso, foi de uma paciente que quis fotos com ele para mostrar aos amigos, que o dentista negro, não era invenção. “A  paciente tirou uma foto minha enquanto fazia uma prescrição de medicamentos para ela, ao perceber eu perguntei porque ela tirou uma foto minha, e ela me respondeu que era para mostrar para os amigos dela que o dentista dela era negro, pois eles não acreditavam”.

Felizmente a cada dia as pessoas parecem estar aceitando que a excelência negra, veio para ficar. “Hoje em dia independente da raça, os pacientes que eu atendo me admiram, me respeitam e sempre me elogiam pela minha história, por minha dedicação aos estudos e à profissão, me sinto muito honrado por isso, os pacientes negros se identificam e se sentem orgulhosos por verem um negro sendo dentista deles, me sinto muito honrado também por atender pacientes estrangeiros e brasileiros que moram em outros países e vem para o Brasil para tratar comigo, já atendi pacientes dos EUA, Angola, França, Líbano e Paquistão, finaliza Otávio.

Para quem quiser conhecer mais o trabalho do Dr. Otávio, é só anotar os contatos abaixo.

RG Odontologia

Tel: (11) 5083-1122
Cel: (11) 95426-7200
Insta: @dr.otavio.augusto.ribeiro
Face: @odontologiarg

Comments

Comentários