Diversidade racial no YouTube : Plataforma oferece curso de qualificação para vloggers negros

0
3471

A cada ano, mais e mais brasileiros têm se declarado preto ou pardo, sendo um grupo de 53% da população, de acordo com o IBGE. O aumento dessa autodeclaração enquanto afrodescendente, se deve a um crescimento da autoestima dessas pessoas, que tem assumido a cor da sua pele, o volume do cabelo e principalmente reconhecido o legado dos seus antecessores para o país.

A mídia tem papel fundamental nesse processo, criando referencias estéticas, ensinando e informando, porém, essa diversidade étnica brasileira não é refletida nos meios de comunicação convencionais de grande alcance, como TV por exemplo. Quantos protagonistas de novela são negras? Quantos jornais são apresentados por negros. Programas infantis, algum?

O YouTube é a maior plataforma de vídeos do mundo em uma parceria inédita com o site Mundo Negro, um dos pioneiros em mídia negra online no Brasil, oferecem um curso de qualificação para negros em uma iniciativa inédita na América Latina.

“Vemos o YouTube como um espaço democrático gratuito e acessível, para atender as demandas de programas para negros e feitos por negros, mas sentimos que falta qualidade técnica em muitos canais com potencial e por isso vamos unir forças. O Mundo Negro entra levando a comunidade, o YouTube dá a qualificação e todos ganham”, explica Silvia Nascimento, diretora do site Mundo Negro.

Dois dias de treinamento

O “Intensivão “ do YouTube é um dos cursos mais concorridos do YouTube Space, espaço de qualificação da plataforma aqui no Brasil, que fica no bairro do Bom Retiro, em São Paulo.

Uma das salas de treinamento do YouTube Space em São Paulo

Serão dois dias de curso, voltados para comunidade negra. Entre os assuntos abordados estão:

Fundamentos básicos para um criador de canal;

– Produção de conteúdo;

– Interação e desenvolvimento de sua audiência;

– Técnicas e práticas da plataforma para gerar engajamento e maior visualizações no canal;

– Dicas sobre identidade visual (banner e miniaturas dos vídeos)

– Análise de tráfego (origem, comportamento das visualizações)

– Análise de retenção de público (análise do tempo médio de retenção)

– Análise comportamental da audiência no canal e em cada vídeo

Para participar basta preencher o formulário (clique aqui). Serão oferecidas 15 vagas. O Mundo Negro selecionará os participantes de acordo com o alinhamento do projeto.

Participe dessa iniciativa inédita no Brasil, vamos trazer mais diversidade para o YouTube.

Serviço:
Intensivão “Black” do YouTube
23 e 24 de Maio
Das 13:00 às 18:00
Local: YouTube Space São Paulo
R. Solon, 1121 – Bom Retiro
Inscrições aqui.

Promoção:
Mundo Negro e YouTube Brasil

Parcerias Institucionais:
Kilombu
Instituto Mídia Étnica
Alma Preta
Afro&Afins
EmpregueAfro
Canal PHCôrtes
Desenrolando

Comments