Dia do Samba: Celebremos os nomes fortes da cultura preta, como a “Tia Ciata”

0
Dia do Samba: Celebremos os nomes fortes da cultura preta, como a “Tia Ciata”

*Escrito por Calazans

Hoje, 2 de dezembro, comemoramos o dia do samba, uma das expressões artísticas mais importantes e populares do Brasil.

Falar do samba e não citar Tia Ciata é algo que não pode acontecer. Ela é uma das mulheres mais influentes e pode se dizer que foi a percursora do estilo musical.

Era quituteira, mas suas habilidades na cultura foram fundamentais para a nossa história. Contribuiu com a música e na religião afro-brasileira, Ciata era filha de Oxum. Apesar de ter nascido no Recôncavo baiano (Santo Amaro), foi nas comunidades do Rio de Janeiro que fez história. Sua casa era frequentada por nomes como Pixinguinha, Tia Amelia (mãe do Donga), Heitor dos Prazeres e outros.

Uma mulher a frente do seu tempo, fez história e nos deixou um legado e tanto. Para quem quiser conhecer um pouco mais a fundo a história dessa mulher tão importante para a cultura brasileira, recomendamos o multi-premiado documentário ‘Tia Ciata’, de 2017.

Disponível online e gratuitamente no YouTube, a produção correu festivais pelo Brasil e mundo, vencendo troféus como o London Feminist Film Festival, da Inglaterra.

Salve Tia Ciata!

Salve o samba!

Participe de nosso grupo no Telegram

Receba notícias quentinhas do site pelo nosso Telegram, clique no
botão abaixo para acessar as novidades.

Comments

No posts to display